segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

O CAGA-LUME | Uma jovem mandatária de Viseu chamou-lhe pirilampo. Talvez concorde. Anda ali uma luz efémera. Um brilho que se esvai. E, é claro, não se bate nos pirilampos. Os outros candidatos não o poupam e isso é muito feio. Estas crianças saberão o que é política? As que caem no chão é que se perdem. Porrada no pirilampo.
facebook
+