quinta-feira, 19 de abril de 2018


UMA BANANA NÃO É UMA MAÇÃ. UMA MAÇÃ NÃO É UM ABACATE E ASSIM SUCESSIVAMENTE | Das coisas nascem coisas, como dizia Bruno Munari, e o cinema é exactamente aquilo que Botelho diz: vampiriza a História, histórias orais, ambientes, enleios e enlaces. Uma esdrúxula indignação contra ele pôs as "redes" em alvoroço. Ele ficou indignado com tanta indignação e resolveu explicar tudo muito bem explicadinho. Fez bem. Está explicado. Digo eu, que gosto do trabalho de João Botelho.
Fonte Público
facebook


DO PROIBICIONISMO E AFINS | É contra mas cumprirá o que for decidido, diz. Ficamos assim muito mais descansados. Já que temos proibicionistas em lugares de decisão, pelo menos que sejam civilizados e respeitem o respeitável. Era o que faltava agora, ministros incumpridores das decisões parlamentares. Muita saúde para si, senhor ministro.
Fonte Público
facebook
RECEITUÁRIO | É pop, é bom. Gulbenkian em tons pop. A não perder, é claro.
Imagem: Pintura de Teresa Magalhães.
Fonte Fundação Calouste Gulbenkian
facebook

quarta-feira, 18 de abril de 2018

RECEITUÁRIO | A Flor do Lácio na Fábrica do Braço de Prata. Ainda não vi. É desta. Minado de curiosidade.
facebook
MANUAL DE CIVILIDADE | Em liberdade e democracia os políticos eleitos devem corresponder a normas civilizadas: solidariedade social, respeito pelas pessoas, com correspondente aplicação de políticas condizentes com estas premissas. Pelo menos é esta a minha interpretação da coisa como eleitor de esquerda. Claro que há candidatos que fazem política centrados na estratégia, na interpretação pessoal das circunstâncias, sempre com o fito na sua própria elevação social. O actual Presidente passou anos a fio nisto: interpretava comportamentos, delineava estratégias, propunha correcções. No caso de Marcelo resultou. Trump, lá do outro lado, e com estratégias toscas e de um mau-gosto confrangedor, também. Pessoalmente não me aliciam estes políticos e descubro-os ainda eles andam pelas jotas das agremiações que os formatam. Ou pensava que descobria. Ingenuidade. A vaidade pessoal elevada a performance causa-me brotoeja. É ridícula. Por vaidade vão ao festival da canção. 
Assim dito, tenho a confessar que nunca pensei que Sócrates andasse nisto para endireitar as costas dos mais necessitados, mas confessar que foi por vaidade é todo um programa. Político.
Fonte SIC-N
facebook
RECEITUÁRIO | A frequentar. Está-se aqui muito bem.
facebook

domingo, 15 de abril de 2018

OS IDIOTASAs atitudes políticas mais recentes de Trump fazem lembrar Bush. É inevitável a comparação. E confirma-nos outra suspeita: Os EUA já tiveram pelo menos dois presidentes completamente idiotas. É grave e perigoso sentarem-se simplórios deste calibre naquela cadeira. 
Bom domingo para todos, apesar de tudo.
Fonte Expresso

sábado, 14 de abril de 2018


ONDE ESTAVA NO 25 DE ABRIL? | Almada Contreiras estava mesmo dentro de Abril, a preparar as coisas, para que tudo corresse bem. Correu. Ontem, na iniciativa Muito cá de casa, na Casa Da Cultura | Setúbal, contou como tudo se passou. Estiveram presentes camaradas seus que também por lá andaram. Foi também um encontro entre militares de Abril. Debate participado. Muito participado, como era de esperar.
[Fotografias de Fernando Pinho]

facebook

sexta-feira, 13 de abril de 2018



O 25 DE ABRIL, A MARINHA E JOSÉ AFONSO | É hoje que vamos falar com Almada Contreiras sobre tudo o que se passou. Ele estava lá, ao comando, e soube de tudo antes de nós. Foi ele que escolheu Grândola, Vila Morena para senha da revolta militar. Será um gosto muito grande estar com ele. Vai ser esta sexta-feira, dia 13, às 22 horas, na Casa Da Cultura | Setúbal. Até lá.
facebook

quinta-feira, 12 de abril de 2018

LANÇAMENTO DO MISSEL | Colecção primavera/verão em armamento prontinho a estrear.
- Vamos enviar uns mísseis muito belos, bons e inteligentes, como nunca ninguém viu, ok?
- Mas, senhor presidente, não é melhor a gente falar com eles?
- Eles? Eles quem?
- Com os gajos. Os outros.
- Ah, ok, e o que dizemos nós? Ainda nos entendemos com essa gente pouco maravilhosa e corremos o risco de não haver ataque. O que digo depois aos maravilhosos industriais do armamento?
- Diz-se que fica para a próxima.
- Ah, ok, isso é maravilhoso. Mas não abusem. Para a próxima tem de ser mesmo, ok? E tem que ser uma ataque muito belo e generoso, ok?

facebook

quarta-feira, 11 de abril de 2018

NAS TROMBAS DO FACEBOOK | Está percebido que esta geringonça mudou vidas, mas assim tanto não dava para imaginar. Aqui convive-se, trabalha-se, faz-se política, divulgam-se coisas boas, denunciam-se coisas más. Também há quem se ponha aqui em cuecas e revele tudo da sua vida. Olho para isto como algo que até tem alguma utilidade. Claro que há coisas que não se devem fazer em público, logo aqui também não. Mas isso vem lá de casa, da formação e carácter. Utilização com fins políticos? É legítimo, mas tudo tem a sua conta, lá está. Tudo tem preceito. Até a divulgação da verdade e da mentira. E para isso têm de haver regras. Há verdades que matam. Há mentiras que passam a parecer verdade depois de muito divulgadas. É esse o problema.
Fonte Expresso
facebook

terça-feira, 10 de abril de 2018

A HONRA DOS PADRINHOS | E então, o homem ficava ali só a sacrificar-se pelo partido na Assembleia? Não ganhava a vida condignamente? Seus miserabilistas.
Fonte O Jornal Económico
facebook

segunda-feira, 9 de abril de 2018



DOS CANALHAS E DA CANALHICE Não há uma única prova que permita encontrar culpa. Uma que seja. Nem uma factura para amostra, nada. Este senhor explica tudo muito devagar. Claro que nem assim os canalhas percebem. Não querem perceber. Este julgamento é uma canalhice. É assim que a canalha julga e condena.
facebook

domingo, 8 de abril de 2018



MATÉRIAS VIVASAs exposições de João Limpinho na Casa Da Cultura | Setúbal e na Casa da Avenida abriram ontem e foram muito e bem frequentadas. Foi uma demonstração de saudade. Todos quisemos recordar, revisitando o seu trabalho, o escultor que nos deixou em junho de 2015. As exposições continuam e aguardam visita até ao fim do mês. No próximo dia 28 vamos conversar sobre este tipo de arte que recupera o que já foi vivido dando-lhe outra vida. Conversa entre mim, o artista visual e professor Manuel San Payo e Manuel Augusto Araujo, amigo, apreciador e "classificador" da obra do escultor. Vai ser no café da Casa d'Avenida. Até lá.

Agradecimentos à família do escultor: Madalena, Ana, e Hugo. E à expressiva e competente participação de Alexandre Gomes, da empresa Gif.it, na aplicação do design expositivo.
As fotografias que aqui documentam as aberturas são de Fernando Pinho, que assim regressa à vida fotográfica activa depois de um acidente que o castigou, deixando-o sem condições para grandes disparos. Bom regresso.
facebook

sexta-feira, 6 de abril de 2018

CALEIDOSCÓPIOJoão Fazenda é o ilustrador convidado da Festa da Ilustração - Setúbal deste ano. Vai ocupar a galeria da Casa da Cultura e o Espaço Ilustração. Enquanto junho não chega vai mostrando o seu trabalho por aí, em páginas de publicações impressas, e a partir de hoje em Caleidoscópio. É na abysmo. Até lá.
facebook

quinta-feira, 5 de abril de 2018

CÉU DE IMAGENS | É já amanhã que Flávio Andrade vai mostrar os seus mais recentes trabalhos n' A Pequena Galeria. Galeria que é pequena em espaço físico, mas que revela grandes imagens de grandes autores, como é o caso. A não perder. Até lá.
facebook

quarta-feira, 4 de abril de 2018


A VOZ DO NADA | Ouvir Assunção Cristas e Duarte Marques em ousado ataque aos apoios do governo às companhias de teatro, é toda uma performance artística. Cristas, que aprecia uma tourada como se de um bailado se tratasse, e que provavelmente não se lembra da última vez em que assistiu a uma peça de teatro, está muito indignada com a trapalhada da DGArtes. Duarte Marques também, apesar de a última peça a que provavelmente assistiu ter sido o Soldadinho de Chumbo quando frequentava a pré-primária. Mas acima de tudo não se percebe a razão de Rui Rio não se pronunciar. O candidato da oposição de direita a primeiro-ministro entende que que só deve ser apoiado o que rende. Não explicando a razão de o Estado dever apoiar o que não precisa de ser apoiado. Enfim, o neoliberalismo elevado a religião. Resumindo: a trapalhada da DGartes pôs esta gente toda a parecer ter uma razão para dizer coisas. Coisas parvas, mas coisas.
facebook



APESAR DE VOCÊ | Lula da Silva foi uma esperança e a concretização de um proveito. A acção do governo que liderou tirou da miséria milhões de pessoas. A política de esquerda que aplicou revolucionou apoios à cultura e à educação. A direita não gosta destas liberdades. A direita prefere manter tudo como sempre esteve. A direita, em modo ditadura, aplicou a repressão extrema, tolheu os movimentos aos artistas, mandou para o exílio, matou. Chico Buarque, Caetano Veloso e muitos outros sempre estiveram contra este estado de coisas. Contra a direita. A direita quer anular a candidatura de Lula. A acusação, tal como a aplicada a Dilma, não tem enleios comparáveis com as trafulhices atribuídas ao traidor Temer e a outros canalhas que habitam o congresso. Os canalhas conseguem alterar as regras do jogo retirando peças do tabuleiro. Lula poderá ser preso. O Brasil está uma confusão. Mas esperemos que a democracia funcione mesmo nas próximas eleições. Tudo leva a crer que as coisas não vão correr bem aos canalhas. Como cantou Chico: apesar de você amanhã há de ser outro dia. Que seja.
facebook

terça-feira, 3 de abril de 2018

HISTÓRIAS DE EMBALAR | Ratzinger já tinha abolido o limbo, esse injusto decreto que afectava seres humanos que não tiveram tempo de ser baptizados. Bergoglio já tinha decretado a possibilidade dos animais também irem para o céu. Simpático. Agora parece ter dito, em conversa com um amigo jornalista ateu, que quem não se arrepende dos seus pecados pura e simplesmente desaparece. Menos mal, é que não me estava a ver enterrado no inferno a conviver com papas e cardeais, banqueiros, membros da máfia e outros malfeitores que tanto me irritam em vida. Assim fico muito mais descansado.
Não é por acaso que este senhor é o Papa preferido dos que não acreditam em fantasias. 

Fonte Observador
facebook

segunda-feira, 2 de abril de 2018

ESCULTURA DE JOÃO LIMPINHOA escultura de João Limpinho é inclusiva e avisada. Recupera o que sobra, o que a chamada civilização deita fora, e transforma matéria sobrante em arte.
Estas exposições que agora vão adornar os espaços das galerias da Casa da Cultura e da Casa d’ Avenida, em Setúbal, definem essa prioridade do escultor.
Escultura maior que recolhe o que a sociedade deitou fora. Escultura viva e com vontade de envolver a arte em propósitos de recuperação urbanística sem cedências à vil piroseira provinciana.
Preocupações de agora envolvidas num grande conhecimento da arte contemporânea.
Abrem dia 7 de março, na galeria da Casa Da Cultura | Setúbal, e na Casa da Avenida. Convidados.

facebook

domingo, 1 de abril de 2018

VERDADE E MENTIRA | Páscoa em dia das mentiras? Parece-me bem. Um bom dia das mentiras para todos.
facebook

sábado, 31 de março de 2018

MONOCLE, MODESTO | A Monocle esclarece, mensalmente, curiosidades no que diz respeito a produtos extraordinários de procedências geográficas várias. O bom design do que se veste, do que se usa pendurado na cara, na cabeça, ao pescoço e por aí afora. Também nos apresenta as excelentes recuperações arquitectónicas, criações de índole intelectual e objectos úteis que o mundo vai conhecendo: lojas diferentes, galerias, artistas, designers, objectos de requintada simplicidade. No número de abril, a curiosidade estendeu-se, mais uma vez, ao país Portugal. Muito justamente, Maria de Lourdes Modesto veio parar às páginas da revista e o tratamento que lhe é dado é de excelência. Excelente ideia. 
A Monocle de Abril já anda aí nas bancas. 
Bom fim-de-semana.

facebook

sexta-feira, 30 de março de 2018

UMA CASA ESTRANHAGiulia Alessandra Atzori veio a Portugal para perceber melhor como são feitas por cá as histórias para a infância. Instalou-se na cidade, mas percorre o mundo guiada pela fantasia e pela vontade de ilustrar sonhos. Vai expôr o que tem sonhado no Espaço Ilustração: é preciso fazer um desenho?, que é mesmo dentro da Casa Da Cultura | Setúbal. É a exposição de abril. Abre no próximo dia 4, às 19 horas. Há surpresas agradáveis. Convidados.
facebook
CARLA NO PAPEL | A exposição de Estelle Valente, na galeria da Casa Da Cultura | Setúbal, termina este sábado. Carla Maciel é aqui modelo da fotógrafa. A actriz desempenhou para as sessões fotográficas o papel que as suas actrizes de referência desempenharam em outras ocasiões. É por isso que temos naquelas paredes retratos de Marilyn Monroe, Greta Garbo e Marlene Dietrich. Ontem, antes de irmos para o EM VOZ ALTA do mês, Jorge Silva Melo passeou pela exposição. Incrédulo, diz: isto é intrigante. Mas onde estão os retratos da Carla?
Não encontro melhor elogio para este trabalho. É que Carla personifica ali com autenticidade as actrizes que se propõe representar. E Estelle consegue mesmo fingir que são elas que estiveram à sua frente. Parafraseando Pessoa: Sentir sinta quem olha. Temos a oportunidade de conviver com todas estas actrizes só até amanhã. É de aproveitar.

facebook
ALBERTO DE LACERDA, POETA DO MUNDO | Uma vantagem maior de frequentarmos estas sessões EM VOZ ALTA, para além do prazer de ouvirmos os actores que as praticam — ontem Jorge Silva Melo e Nuno Gonçalo Rodrigues — é a de podermos privar com o conhecimento que Jorge Silva Melo tem da obra e da vida dos autores. Ontem percebemos que Alberto de Lacerda foi contemporâneo de outros grandes criadores, apesar de sempre ter vivido afastado das luzes. Percebemos por isso a razão da poesia deste português errante ser tão iluminada por um atento conhecimento do mundo e das pessoas. Foi um prazer estar ali, ontem, na Casa Da Cultura | Setúbal
facebook

quinta-feira, 29 de março de 2018

POLÍTICA EM CUECAS | Um político eleito e em exercício é mais atacado por ser um engatatão alarve do que pelas alarvidades políticas que profere. Enfim, é o tempo dos políticos de cabelo pintado em pose para o retrato. Saudades de política mesmo. E dos políticos com causas para além do seu umbigo.
Fonte DN
facebook

quarta-feira, 28 de março de 2018

CORRENTE DE FÉ, DIZ ELE | Provavelmente referia-se às correntes que tolhiam os movimentos aos seus ouvintes à força. Já sabíamos que estes agentes da autoridade são danados para a porrada, mas esta obsessão por correntes é novidade, ou não? Será que já estamos a sofrer influências dos hábitos dos republicanos americanos? A fé tudo salva? E a estupidez destas "autoridades", salva?
Fonte Expresso
facebook

terça-feira, 27 de março de 2018

segunda-feira, 26 de março de 2018

MANUEL REIS | Lembro-me do Manel ainda na Rua da Atalaia: na loja que usou o nome da rua e no Frágil. Lembro-me de como mudou as nossas noites. De como as iluminou. O Manuel Reis era também um excelente cenógrafo. Lembro-me de um impressionante cenário que desenhou para uma peça de que não me lembro de mais nada, e tenho pena. Lembro-me de quando foi mudar Santa Apolónia. Eu estava no gabinete de imagem da Expo'98 e fiquei de tratar do grafismo dos convites e roteiro para a inauguração dLux Frágil. Fiz isso e passei a andar por lá sempre que a vontade de diversão me passava pela cabeça e pelo corpo. Foram muitas vezes. Muitas noites ganhas naquele lugar criado por ele. Esta morte deixa-me triste e nostálgico. Eu gostava muito do Manel. Muito obrigado, meu amigo. Lisboa deve-te muito. As nossas vidas também. Fizeste das nossas noites dias claros.
facebook

domingo, 25 de março de 2018

PELA LIBERDADE | Correcção ao título da notícia publicada no Expresso: a manifestação não é pela libertação de Puigdemont apenas; é pela libertação de todos os presos políticos. É estranho voltarmos a fazer estas defesas, mas é que há mesmo presos políticos em Espanha. Políticos que foram eleitos, escolhidos pelas pessoas que votam, estão privados de exercer atitudes e direitos. As manifestações são legítimas e recomendam-se. 
Fonte Expresso
facebook
DETENÇÃO | Puigdemont foi detido pelas autoridades alemãs. Viajava entre países europeus. Esteve recentemente na Suiça e nada lhe aconteceu. Os alemães são muito zelosos no respeitinho pelas leis caducas. Por falar em Suiça: e se Rajoy e "sus muchachos" olhassem para a confederação Helvética? Não sei se será uma solução, mas olhar e ver algo que funciona não é uma ajuda?
facebook

sexta-feira, 23 de março de 2018

O FUTURO | De Valério Romão. Hoje, no Ípsilon, do Público. Texto de José Riço Direitinho. A ler.
facebook
O DISPENSADOR | Já despediu mais gente desde que está na Casa Branca do que durante a série televisiva que protagonizou e que durou anos a fio. Na televisão fazia gáudio da sua crueldade como empreendedor. Agora, que isto pia mais fino, há quem seja despedido e quem se despeça. É inacreditável como um país aguenta um idiota num lugar tão poderoso e, sendo um idiota a ocupá-lo, tão perigoso. 
Fonte DN
facebook

quinta-feira, 22 de março de 2018

SUPERIORIDADES | Não concordo, senhor presidente do PPD/PSD. Um massacre e um exagero foi o senhor ter mantido, durante mais de um mês, um secretário-geral sem qualidades e sem as qualificações que apregoava. Provavelmente o homem só queria estar um tempinho num qualquer governo para depois ir dar aulas em Berkeley. No secundário, vá. E claro que ter Elina Fraga e Salvador Malheiro a seu lado não ajuda nada. Mas Feliciano era de facto um exagero de mediocridade que deitava por terra a sua pretensão de rigor e excelência. Olhe, tenha paciência e faça melhores escolhas, se for capaz. 
Fonte Observador
facebook

quarta-feira, 21 de março de 2018

GALA | Não assisti à transmissão da gala. Nunca assisto a galas. Mas percebi agora que esta menina desempenhou um papelão. As artes precisam de apoio porque um país sem artes é um país de grunhos. A minha distinção vai para a Inês Pereira. É assim que se faz. 
Fonte rtp2
facebook
DIZ QUE É HUMOR | Não se riam que o homem ainda pode vir a ser Presidente da República. Respeitinho.
Fonte DN
facebook

terça-feira, 20 de março de 2018

VIDAS NO PAPEL | Carla Maciel é actriz, Estelle Valente é fotógrafa. Juntaram-se para fazer este trabalho. A exposição percorre paredes e tempo na Casa Da Cultura | Setúbal. É a exposição de março na galeria. No próximo sábado, dia 24, Estelle e Carla vão conversar comigo no café da Casa d'Avenida. São as já habituais Conversas de Café no café. Convidados.
facebook

segunda-feira, 19 de março de 2018

MARIELLE PRESENTE | Já estamos por aqui. Contra a violência golpista no Brasil. Até sempre, Marielle.
facebook

domingo, 18 de março de 2018


O MUNDO EM SETÚBAL. SETÚBAL NO MUNDO | Taniguchi está no A-MAR Setúbal e recomenda-se visita. A abertura foi ontem à tarde. Estará por lá até maio. 
Paul Auster foi debatido no café da Casa da Avenida. Falámos do seu recente livro, ESPAÇOS EM BRANCO, traduzido por Conceição Sendas e editado por João Concha nas não edições. De que falamos quando falamos de Taniguchi e de Auster? Falamos do mundo. Das nossas vidas no mundo. Do combate ao provincianismo serôdio e triste. Falamos da vontade de estar do lado bom das coisas. Do lado do desejo e da procura do prazer. Da exigência intelectual e da vida tal como ela é. É bom viver neste mundo. Que se foda o mundo dos parolos, que isto é mesmo assim.

facebook

+