sábado, 18 de agosto de 2018

PRENSAMENTOS#10 | Convite de Maria João Frade. Escolhi 10 trabalhos gravados destes artistas. Pertencem às minhas escolhas e todos ilustram preferências pessoais. Gosto muito destes trabalhos. Vão estar a ornamentar as paredes do Café da Casa a partir da próxima segunda-feira, dia 20. E pronto, foi o que se arranjou para vos fazer companhia enquanto bebem um cafezinho, devoram um brunch ou saboreiam um bacalhau à Braz. O bife à café também se recomenda. Bom proveito.
facebook

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

CULTURA, TOUROS, PORRADA E MORTE | A minha aversão a touradas é de ordem ética e estética. Um animal não se trata mal. Não se agride outro ser vivo de maneira gratuita para diversão de gente de curiosidade intelectual diminuta. Sim, por favor não venham com os Picasso, Hemingway e Ortega y Gasset outra vez. Não os desprestigiem mais. Eles foram bons no que fizeram, ponto. Uma tourada é qualquer coisa de esteticamente deprimente. Não entendo como pode alguém divertir-se com uma exibição de valentia preparada, estando o adversário, apesar de superior em força, devidamente reduzido na sua reacção ao ataque. O meu entendimento da coragem e da tradição cultural não se diluem nestas performances taurinas. Qualquer manifestação de valentia exercida pela violência física provoca-me asco. É passado. Não é civilizado.
Mas sabemos que é por isso mesmo que os apreciadores vão às praças. Querem medir forças. São representados pelo toureiro. Querem vencer a fera que, incrédula, vai resistindo enquanto pode. Vencida, arrasta o sangue e o sofrimento pela arena. Sangue, Sofrimento, Vitória. Os apreciadores querem sangue, agressão, violência.
Se tourada é cultura, o que aconteceu em Albufeira diz muito sobre a procura cultural dos aficcionados. Quando a fera não está na arena, agride-se quem está em sua defesa. E pede-se a sua morte. Na arena pede-se sempre a morte. Desde o tempo das arenas romanas, em que os vencidos eram os humanos.

facebook
MADALENA MATOSO EXPÕE EM SETÚBAL | Venceu o mais recente Prémio Nacional de Ilustração. 22º edição. Já tinha arrecadado este prémio em 2008. A distinção foi o ano passado para Fátima Afonso, também participante na Festa da Ilustração - Setúbal e o de 2016 foi entregue a João Fazenda, convidado da última edição da Festa. Nesta exposição Madalena Matoso vai mostrar ilustrações para vários livros, editados pela Planeta Tangerina, editora de primeiríssimo plano, onde a ilustradora trabalha e edita. Depois do artista italiano Manuele Fior, que se mantém a revestir as paredes do espaço ilustração até ao fim de agosto, vamos continuar a cultivar o luxo. É um luxo pois, esta magnífica exposição de Madalena Matoso. Convidados.
facebook

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

MORREU UMA VOZ | Símbolo. Atitude. Talento. Voz. Morreu Aretha Franklin. Vamos ouvi-la?
Muito obrigado, minha senhora.
facebook

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

SOPAS DEPOIS DE ALMOÇO | Claro que a melhor solução para esta "crise" é retirar o convite a Marine Le Pen. O governo português não tem nada a ver com os motivos que levam a organização do certame a convidar e a desconvidar. A pergunta é: o que leva esta gente a convidar gente daquela? A resposta poderia ser esclarecedora. Ou não, sei lá. Provavelmente isto só serve para a organização juntar uns trocos.
facebook

terça-feira, 14 de agosto de 2018

DO NOVO E DO VELHO CONHECIMENTO | Marine Le Pen conferencista? E vem conferenciar o quê? Novas ideias? Oh meninos, ide. 
facebook

domingo, 12 de agosto de 2018


A CURVA DO RIO | Desorientou-se com muita gente por causa de muita coisa. O que pensava incomodava. Nem sempre pelas melhores razões, na minha opinião. Mas escreveu grandes livros. Há muitos anos fiz a capa de uma edição para o Circulo de Leitores de A Curva do Rio. Comecei a lê-lo desde aí. Ainda não parei. Ele parou agora de escrever porque deixou de viver. Privilégio nosso podermos continuar a lê-lo. Muito obrigado, senhor Naipaul.
facebook

sábado, 11 de agosto de 2018


ONOFRE NA CASA DA CULTURA | E pronto, a exposição abriu ontem e fica disponível aos olhares de todos até ao fim do mês, na galeria da Casa Da Cultura | Setúbal. São pinturas e desenhos de vários tempos, resumindo assim um percurso. Os amigos apareceram. Gostámos de estar ali. Recomendo visita. 
As fotografias aqui mostradas são do Fernando Pinho.

facebook

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

terça-feira, 7 de agosto de 2018



SAM | Percebemos a preocupação com uma certa gestão da solidão. Provavelmente acabamos sempre sozinhos. Percebemos um fim. Sam Shepard escreveu este livro já nos seus últimos dias. Belíssimo. Beleza triste? É o que é. A beleza nunca é diversão fácil. 

ESPIÃO NA PRIMEIRA PESSOA
Sam Shepard

Tradução (excelente) de Salvato Telles de Menezes.
Edição Quetzal.


facebook

domingo, 5 de agosto de 2018

E A DIPLOMACIA, SENHORES? | O que é preocupante nestas declarações e seus desmentidos é o nível literário da metáfora. Maduro acusa a quente, sem provas. Preocupante. Mas a resposta do palácio de Santos constitui emenda pior que o soneto. "O presidente está empenhado no batismo da sua neta Celeste, e não em derrubar governos estrangeiros". O presidente de quê? Da junta? E se não fosse o baptizado da neta já estava mais disponível para derrubar governos? Valha-vos São João Baptista, que o mundo já não aguenta políticos assim.
Fonte Expresso
facebook
MUDAM-SE OS TEMPOS... | Marcelo acha que um partido é uma família. Diz isto a propósito de Santana, que quer arranjar outra família política. Não se faz, acha o Presidente. E de seguida diz mais umas coisas sem trambelho. Ainda bem que o Presidente tem grandes amigos que pensam o contrário, e sempre lhe vão dizendo que um partido não é mesmo uma família. Um partido é uma instituição fundamental para a democracia, onde grupos de pessoas se encontram para garantir o funcionamento da dita democracia. E também não é suposto que não se mude de família nunca na vida. O mundo é composto de mudança. Mudar é bom, quando se muda para melhor. E deve ter-se sempre essa liberdade. Eu, que nunca engracei com o PPD/PSD até acho graça a esta mudança. Percebe-se porquê, não é verdade?
Já agora, os amigos de Marcelo que discordam dele deviam dizer-lhe que para quem anuncia que o Presidente da República não se deve meter na vida interna dos partidos, tanta declaração sobre este assunto revela esquecimento desse manual. Arranjem-lhe outro. O homem está a precisar de fazer umas releituras.

Fonte sapo24
facebook

sábado, 4 de agosto de 2018

O PROFETA | O futuro passa por outro caminho, diz o vidente, perdão, o visionário Santana. Já estou a ver o seu novo partido a convencer "imeeeensos" eleitores e a encher o parlamento. Com verbos de encher, que é uma linhagem de gente que costuma ir na conversa destes videntes, ai, visionários
Fonte Público
facebook

VELOSOS | Foi tão, mas tão bonito.
Obrigado, Inês.

facebook

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

OS CAMINHOS NUNCA ACABAMOnofre Manata expõe em agosto na galeria da Casa Da Cultura | Setúbal. Este trabalho é o resumo de um percurso iniciado há algum tempo, que aqui se apresenta como procura de um caminho. Caminho que não tem fim, quando a busca é constante. Os caminhos nunca acabam, pois.
A exposição abre no dia 10 de agosto às dez da noite. Convidados.

facebook

quinta-feira, 2 de agosto de 2018


MAS NÃO VIRAM MAIS O POETA | José Afonso nasceu há 89 anos. Morreu com 57 em 1987. Assinalo sempre estas duas datas porque acho importante salientar a existência de um português que viveu com os pés neste mundo. Desde cedo que tentei encontrar também um mundo onde me sentisse bem. José Afonso apontou-me um caminho — Respeito pelo que existe, exigência na observação, solidariedade na acção. Mudou o mundo da cultura em Portugal. Passámos a ter orgulho na cultura portuguesa a partir dele. Dele e de Fernando Pessoa, que era poeta da sua estima. O melhor de Portugal passou a estar a par do que ele fazia. Transformou melodias populares em grandes músicas. Reinventou sonoridades. Manteve atitudes. Teve ideias e praticou-as. Foi corajoso. José Afonso não foi um cantor popular, lamento não estar de acordo com os classificadores. João de Freitas Branco inscrevia-o nas mais altas definições, ameaçando perder o respeito pelos tais classificadores. Eu acho que José Afonso se inscreve em outras definições, de facto. O experimentalismo e a procura de novas sonoridades fazem mais jus às preocupações do autor. Ouço José Afonso — faço-o muito — e associo-o mais aos desenvolvimentos performativos de Laurie Anderson, do que aos desempenhos ditos populares. Outros exemplos poderia procurar, mas guardo a conversa para uma ideia que me persegue: um dia discutir isto com autores contemporâneos. Tentei fazê-lo em fevereiro passado. Desafiei Carlos Martins e Filipe Raposo para o debate. Eles aceitaram o desafio, mas tinham a agenda preenchida. Para o próximo ano não falha. Vou tentar juntar ao grupo Rui Vieira Nery e vai ser num Muito cá de casa na Casa Da Cultura | Setúbal. Foi bom termos tido José Afonso entre nós. Foi melhor ainda tê-lo conhecido. E continua a ser muito bom ouvi-lo. 
O vídeo adicionado a esta música é da autoria de Eurico Coelho
facebook

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

A UTILIDADE DE UMA CADEIRACaiu da cadeira. Até aí exerceu o poder com a autoridade dos iluminados. Achava-se um predestinado. Mandou prender e matar quem não queria o que ele queria. Não enriqueceu? E então, isso perdoa o quê? Roubou aos portugueses a liberdade de serem felizes. Manteve-os analfabetos até não poder mais. Ensiná-los a ler para quê?, defendia. Impôs a escuridão cultural. Cultivou a pobreza como um dom, mas entregou poderes e riquezas a quem alinhou com ele. Este grande filho da puta caiu da cadeira faz hoje cinquenta anos.
Na imagem com o filho da puta aqui do lado.

facebook

terça-feira, 31 de julho de 2018



AOS AMIGOS: 
EU QUE ME COMOVO POR TUDO E POR NADA | Nunca alinhei em ditos populares. Por exemplo: os amigos são para as ocasiões? Não. A não ser que o dito seja corrigido: os amigos são para todas as ocasiões. Os meus amigos são os melhores amigos do mundo porque são os meus amigos, ponto. Tenho amigos de esquerda e tenho amigos de direita - poucochinhos. Não tenho amigos do centro porque o centro não é a virtude; é a manteiguice. Não tenho amigos que digam que não são de esquerda nem de direita porque quem diz isso é de direita. Limpinho. Dito isto, vamos a exemplos: eu que não sou amigo de Dilma, nem de Lula, nem de Robles, acho uma graça do caraças aos tragalhadanças mentais que aplaudiram a destituição de Dilma, e a prisão de Lula, no Brasil, e agora lançam foguetório pela afastamento de Ricardo Robles. É que os tais tragalhadanças têm um rol de prevaricadores nas suas agremiações nefastas que mais parece a lista telefónica, mas sobre isso calam-se que nem ratos. São ratos. 
facebook

segunda-feira, 30 de julho de 2018

RECEITUÁRIO | recomendado para esta segunda-feira à noite. Eu vou. Não, não é ao Rock in Rio, é à Flor do Lácio. 
facebook

sábado, 28 de julho de 2018

SAUDADES DA DESGRAÇA? | Aqui o choramingas tem o competente apoio do pai do Rock in Rio. Pergunto: a malta vai ao Rock In Rio por que carga de água? Apoiar fascistas e cantar "as saudades que eu já tinha da minha alegre casinha" e merdas congéneres, ou vai ouvir música de jeito? É que a "alegre casinha" é, no mínimo, a apologia da pobreza, da fossa, mesmo. Música de jeito parece que não é ali que se vai ouvir. E para apoiar choramingas fingidos e músicos de pacotilha, mais vale a malta ir dar banho ao cão.
Fonte DN
facebook

sexta-feira, 27 de julho de 2018

CONVITE | Hoje, às 19 horas.
facebook

quinta-feira, 26 de julho de 2018

DO ASCO E DOS ASQUEROSOS | Isto já não é uma pessoa. É uma víbora. Um abutre que se alimenta da desgraça. Um ser vivo que rasteja sem carácter nem princípios. Asqueroso. Asco.
Fonte SOL
facebook

quarta-feira, 25 de julho de 2018

O REI NA BARRIGA E A BARRIGA DO REI | Esta realeza é danada para a brincadeira. Reis, rainhas, príncipes e princesas aviavam o cartucho como se as tulhas fossem pertença única lá do palácio. Por falar em cartucho, também gostavam de grandes caçadas. Animais grandes que é para não falhar a pontaria. E de amantes vistosas. E de histórias de encantar. As histórias de encantar de príncipes e princesas não revelam as barbaridades com que esta gente sem qualidades se entretém. Uns iluminados de pavio apagado. É a aristocracia do faz de conta. Histórias de encantar que não encantam. Revoltam.
facebook

terça-feira, 24 de julho de 2018

ACADEMIA PORTUGUESA SEM HISTÓRIA | Pensamos que é brincadeira, mas não é 1 de abril. Também não é notícia do "inimigo público", e o "inimigo público" tem sempre mais graça. Primeiro estranha-se, mas não se entranha mesmo. O mérito da Academia Portuguesa de História é que está a ir por aí abaixo. Só pode.
Fonte Expresso
facebook

DESIGN DE COMUNICAÇÃO | Da série Grandes Capas: "Thumbs-Up" de Barry Blitt.
facebook

segunda-feira, 23 de julho de 2018


ILUSTRAÇÃO PORTUGUESA 2017/2018 | É a melhor ilustração que se faz em Portugal. Estas placas estiveram em Setúbal, na Festa da Ilustração, em junho, e agora vão estar em Lisboa, na abysmo A exposição vai estar por lá até setembro, e no dia 14 será a apresentação do catálogo que reúne todos estes trabalhos. Venham. Até lá.
facebook

domingo, 22 de julho de 2018


GENTE SINISTRA | Trabalhou com Aznar. Não rejeita Franco. É um jovem de direita à antiga. Um defensor de políticas restritivas. Espanha poderá ficar muito mal entregue, se os espanhóis escolherem democraticamente estes novos "democratas". Com estas perversões da democracia arriscamo-nos à ascensão de um novo fascismo. Tudo isto foi avançando devagarinho, mas agora eles avançam sem medos e sem vergonha. A ideia parva salazarenta de que a política é para os políticos tem de ser apagada do nosso vocabulário. Não podemos ficar calados. Nem quietos.
facebook
O ETERNO RETORNO DO FASCISMOSó cá faltava este. O inventor daquela coisa que se instalou na Casa Branca quer agora instalar na Europa o paraíso da extrema-direita. George Soros é um demónio, diz o anjo da guarda dos extremistas americanos. Sabemos isto e percebemos que o populismo cresce em Portugal com a subida do CDS/PP nas intenções de voto. Há razões para estarmos preocupados. Eles andam mesmo aí. 
Fonte Expresso
facebook

sábado, 21 de julho de 2018




MULHERES À BEIRA DE UM ATAQUE DE... | Os livros de Alice Brito falam de mulheres e de homens que preferem entrar nos navios em andamento, ao invés de ficarem a vê-los passar. E a gente sabe o que custa entrar num navio em andamento. Tem de se aprender a nadar, no mínimo. E tem de se aprender a puxar cordas, e a saltar por cima delas e a mandar o comandante às urtigas. Alice falou com quem entrou no navio e fala nisto como quem dá dois dedos de conversa com Estaline e Picasso na biblioteca pública. Vamos ao que interessa: eu vou estar a falar com a Alice, sobre o seu trabalho literário, na próxima segunda-feira, nas instalações do Núcleo AJA Lisboa - Associação José Afonso. Apareçam. Se quiserem, ou puderem, é claro.
facebook

sexta-feira, 20 de julho de 2018


O CATECISMO DO ÓDIO | A extrema-direita tem assim uns casos sérios em alguns lugares-chave. Vivem instalados em pirosos cadeirões doirados com ornamentais reposteiros em fundo e acham que é assim que deve ser. Os outros não merecem o chão que pisam. Esta espécie de Trump do Médio Oriente é ainda mais perigoso do que o original implantado nos EUA. É menos ignorante. Conhece a História e joga-a aplicando o seu manual de ódio. Mas desta vez não parece ter escolhido lá muito bem o tabuleiro. Estas decisões não se tomam assim em nenhum lugar que viva em democracia. Isto é mesmo o eterno retorno do fascismo.

Fonte Público
facebook

quinta-feira, 19 de julho de 2018

APRENDER ATÉ MORRER | Alguém sabe em que dia se realiza a universidade de verão do PPD/PSD? Não queria faltar.
facebook

quarta-feira, 18 de julho de 2018

NELSON MANDELA | Faria agora cem anos. Passou parte na vida na prisão. Pelos melhores motivos. Acontece: Mandela esteve preso por lutar pela liberdade. Depois foi o Presidente do seu povo. Foi uma figura extraordinária. Gente de um tempo melhor, no nosso tempo.
Fotografia: Yousuf Karsh
facebook
A REPUGNÂNCIA E AFINS | Democratas e Republicanos estão em uníssono contra as atoardas do cretino. Ao lado de Putin diz-se envergonhado com a actuação do FBI. Depois, já na Casa Branca diz que tem toda a confiança na instituição. A trapalhada é costumeira. O embaraço agora é maior. Mas o cretino nunca se fica. Alardeia disparates como se estivesse a mudar o mundo. Esta besta é ouvida pelos americanos que se identificam com ele. São muitos e maus. Imaginar este troglodita em mais um mandato é tenebroso, mas pode acontecer. Este homem é um arrivista preocupante.
facebook

terça-feira, 17 de julho de 2018

JOÃO SEMEDOGerava consensos mesmo onde parecia só haver desalinho. Intenso defensor dos ideais de esquerda. Sempre com ideias para defender. Sempre com os que não chegam aos palanques. Sempre na defesa da cultura e da sua inteligente aplicação. Das boas práticas políticas. Médico de formação, democrata e anti-fascista desde cedo por opção e vontade de reagir à injustiça, usou a política para aplicar essas boas práticas. É para isso precisamente que deve servir a política. Muito obrigado, João Semedo.
facebook

O PAI NATAL É DO PPD/PSD | Eu também acredito que se cá nevasse fazia-se cá ski. 
Fonte Público
facebook

segunda-feira, 16 de julho de 2018

VIVA LA MUERTE | Franquistas em festa comemoram a nefasta acção do seu líder, felizmente há muito desaparecido. Esta gente é do pior. Serão poucos, é certo. Espanha não é isto. Mas estas comemorações são uma demonstração de ódio impressionante. É tenebroso pensar que há gente assim, apologista de assassinatos.
facebook

domingo, 15 de julho de 2018

OS LABREGOS NÃO TÊM VERTIGENS | "A União Europeia é um inimigo". Este homem é um grande diplomata. Um estadista. Um charme.
facebook

sábado, 14 de julho de 2018


MANUEL SAN-PAYO | O Atelier Nómada, do Manuel San Payo, abre daqui a pouco. Quatro horas da tarde. A exposição está um brinco. Ou dois. É em Sines. Vou fazer-me à estrada, como se costuma dizer. Até já.
facebook 
O MUNDO EM SETÚBAL | Esta sexta-feira, Reto Monico percorreu as suas geografias: Brasil, Alemanha, Catalunha, Portugal, Suíça. Ele é suíço e português, mas parece de todo o lado. É um documentado conhecedor da História destes sítios que se dispõe assim a partilhar o seu conhecimento. O que a gente tem aprendido nestas sessões Muito cá de casa, na Casa Da Cultura | Setúbal. Esta foi a última iniciativa da temporada. Vamos parar. Falamos em setembro. Bom Verão para todos.
Fotografias de Fernando Pinho

facebook 

sexta-feira, 13 de julho de 2018

RETO MONICO MUITO CÁ DE CASA | Em 1964, o Brasil conheceu um regime repressor que durou mais de vinte anos. Parece que é como hoje. Os tempos às vezes parecem querer voltar atrás. Reto Monico analisa o golpe. Em artigo publicado diz: 
"Iniciado a 31 de março, um golpe político-militar derruba, em menos de 48 horas, sem resistência significativa, o presidente João Goulart, que foge para o Uruguai quatro dias depois. A 2 de abril uma Junta Militar toma o controlo do país e Ranieri Mazzilli, presidente da Câmara dos Deputados, torna-se presidente provisório do Brasil, substituído a 15 pelo General Castelo Branco, um dos principais conspiradores militares. É o início de um período de forte repressão, nomeadamente contra os comunistas, os sindicalistas e os partidários do antigo regime em geral. São as primeiras semanas de duas décadas de regime autoritário que durará até 1985".
Vamos falar com ele hoje, na Casa Da Cultura | Setúbal em mais um Muito cá de casa. Até lá.

facebook 

quinta-feira, 12 de julho de 2018

LAURA SOVERAL | Grande Senhora do Teatro e Cinema. Assim, em caixa alta. Actriz de um outro tempo mas que percebia muito bem o que hoje se passa. Gostava muito de Laura Soveral. Gosto.
facebook

RESGATES | E estas crianças? A situação em que se encontram não comove o mundo?

Fonte SpanishRevolution

quarta-feira, 11 de julho de 2018


MANUEL SAN-PAYO EM SINES | Integradas na 21ª edição Verão Arte contemporânea, abrem no próximo sábado duas exposições de Manuel San Payo. Comemora-se assim a pintura deste artista singular. Nós, na DDLX Design Comunicação Lisboa fizemos a design de comunicação. Estas exposições são imperdíveis, só vos digo. Até lá.

facebook

terça-feira, 10 de julho de 2018

DIREITO À VIDA, É SÓ ISSO | Não foi graças a deus, nem foi milagre. Foi a competência e abnegação dos mergulhadores que tudo fizeram para salvar os rapazes. Morreu um dos primeiros profissionais. É preciso não esquecer. O mundo estava angustiado e ficou aliviado com este fim feliz. Confesso que hesitei comentar fosse o que fosse por causa dessa angústia que se apoderou de todos nós. Mas agora recordo outra angústia, desculpem-me ser desmancha-prazeres. Os meninos que morrem nas embarcações que fogem à guerra e a todas as arbitrariedades, e que são rejeitados pelos novos fascistas com governo formado — muitos com assento no parlamento europeu —, também precisam de uma solidariedade assim. É preciso combater os novos fascistas. Eles estão aí. E já mandam como gente grande, apesar da sua pequenez humana e cultural. A integridade física do ser humano, e o seu direito a viver, estão acima de tudo. Custa assim tanto percebermos isto, agora que vivemos este susto?
Fonte Público
facebook

segunda-feira, 9 de julho de 2018

HÁ UM MUNDOReto Monico, o mais português dos historiadores suíços, vai estar em Setúbal para nos falar de histórias do Brasil e de outros golpes. Conversa coberta de actualidade. Contacto com o conhecimento profundo das situações. Reto Monico percebe o que vai acontecendo a partir do que é publicado na imprensa. Tem um extenso palmarés de conhecimento nos assuntos em questão. Vamos falar com ele. Brasil, Portugal, Suíça... Mundo, portanto. É já esta sexta-feira, na Casa Da Cultura | Setúbal. A não perder.
facebook 

domingo, 8 de julho de 2018

PEDRO MORAIS | Discreto, simples mas sem falsas modéstias. Autêntico. Foi um grande artista que agora deixou de estar connosco. A obra está aí. Oxalá o esquecimento não a anule. Aspiramos a um futuro próspero olhando e tentando entender a obra destes grandes nossos contemporâneos. Eles fazem-nos sentir melhor o nosso tempo. Muito obrigado, Pedro Morais.
facebook 

sábado, 7 de julho de 2018

PENSAR COM POMAR | Foi bonita a abertura da exposição de Vitor Pomar na galeria da Casa Da Cultura | Setúbal. Foi bom estar com Vitor Pomar 35 anos depois da sua última exposição em Setúbal, na Casa Bocage. Vai ser bom revisitar esta exposição — olhar e perceber o que o artista tem para nos dizer.
Fotografias de Fernando Pinho

facebook 
+