terça-feira, 31 de maio de 2016

DE ARROMBA | Até sexta-feira só penso em Festa. E depois de sexta-feira a coisa continua. Vai ser um mês inteirinho em Festa.
Apareçam.
www.festailustracaosetubal.pt
facebook

segunda-feira, 30 de maio de 2016

DEUS, PÁTRIA E T-SHIRTS AMARELAS | A privilegiada cobertura jornalística que é dada à manifestação amarela denota uma evidência: a reaccionária e oportunista igreja católica portuguesa, comandada por um cardeal agressivamente retrógrado, continua a mexer cordelinhos em sectores influentes do país. Este esforço não é a favor das crianças. Esforçam-se sim por estimular a descriminação, mas querem que esse estímulo seja suportado pela nossa contribuição. Um luxo ideológico. Não me sinto muito orgulhoso de pertencer a um país que se deixa manobrar por tão sinistras premissas. É por isso que estarei noutro sítio no próximo dia 18 de junho. E não irei de t-shirt amarela. A escola pública é de todas as cores.
facebook

domingo, 29 de maio de 2016

NEGÓCIOS SAGRADOS | Já sabíamos de quem era o negócio, mas agora foi assumido às claras pelos negociantes. Provavelmente esta será a primeira grande manifestação promovida por empresários da fé em Portugal. Para além das procissões, é claro.
Fonte Ecclesia
facebook

sábado, 28 de maio de 2016

DETURPAÇÕESPor que carga de água não se inscreve o homem num dos partidos de direitolas? Ninguém lhe faz chegar o impresso? Ou não dá muito jeito deixar o cargo de deputado europeu? Que deslize de uma vez por todas para a direita. É que a criatura mete nojo. Peço desculpa pela linguagem.
facebook
SEM SENTIDO NEM TRAMBELHO | Os "amarelinhos" já não dizem coisa com coisa. A realidade desmente intuitos pouco sérios. Não existe a mínima seriedade nesta contenda. A direita aproveita a onda para mostrar as garras. Mas não tem muito onde se agarrar. É triste e fruste esta luta sem sentido. Só não metem dó porque são rídículos. E o ridículo não se leva sério. 
facebook

quinta-feira, 26 de maio de 2016

DR. JEKYLL AND MR HYDE | Apoio inequívoco? Há confirmação da Presidência da República? Quantas caras pode ter um Presidente?
Fonte DN
facebook

terça-feira, 24 de maio de 2016

OS CRETINOS E AS SUAS CRETINICES | Não entendo a indignação da FENPROF. Processo-crime? Para quê? Até deveriam agradecer aos petizes da agremiação juvenil. Este cartaz imbecil só releva a imbecilidade dos seus editores. Os trapalhões em delírio até dão jeito. Apesar de corrermos o risco de alguns poderem ocupar a cadeira de São Bento. Já aconteceu recentemente. Não estamos livres de voltar a acontecer. Mas deixem os rapazolas à solta. Ninguém pode ser processado por ser estúpido.
facebook

segunda-feira, 23 de maio de 2016

NOTÍCIAS DO CONTENTAMENTO | O nazi foi para casa. Os austríacos escolheram alguém decente para presidente. Mas a diferença de votos não descansa ninguém. Ninguém decente, é claro.
Fonte Expresso
facebook
FEBRE AMARELA | Andam muito preocupados com as escolhas dos colégios da prole. Querem liberdade de escolha e acham que todos devemos participar para que eles possam escolher ser betinhos insuportáveis. Sim, porque é disto mesmo que se trata. Qual escolha? Se há uma escola pública ali mesmo para quê andar o Estado a investir numa privada só porque os pais dos meninos não querem cá misturas? A "luta" — credo, que horror de expressão — está ao rubro. Perdão, ao amarelo. Perseguem Costa e insultam o ministro e a secretária de Estado. Aplaudem Marcelo. É a liberdade de escolha a funcionar. São tão queridos, estes liberais que rejeitam tudo o que é Estado. É que o ensino público é cá uma estucha...
facebook

domingo, 22 de maio de 2016


ANA ZANATTI MUITO CÁ DE CASA | Foi muito bom conversarmos com Ana Zanatti, na passada sexta-feira, na Casa Da Cultura | Setúbal. Foi muito bom conversarmos com gente que leu o livro da escritora e que tão bem o soube interpretar. Foi bom assistirmos a mais uma "aula" de Viriato Soromenho-Marques. E é sempre bom termos a Rosa Azevedo a pôr a conversa na ordem. São sempre muito boas estas noites. 
Fotografias de Fernando Pinho
facebook

sexta-feira, 20 de maio de 2016

ANA ZANATTI EM SETÚBAL | Viriato Soromenho-Marques escreveu no prefácio ao livro Sexo Inútil, de Ana Zanatti:
Este é um livro sobre o que de mais profundo vive no coração da condição humana. Sobre o direito de nos tornarmos, perante nós e os outros, aquilo que somos. Plenamente e sem concessões. Para muitos leitores, estas páginas serão uma revelação, simultaneamente brutal e comovente, carregada de sofrimento, mas portadora também de gestos e testemunhos que alimentam e fortalecem a esperança. Trata-se, como se diria no século das Luzes, de um valioso contributo para a emancipação do espírito humano, para o alargamento das fronteiras do relacionamento exigente, cuidado e civilizado entre as pessoas, seja qual for a sua orientação sexual e género. Ana Zanatti sabe que cada um de nós tem de estar à altura da aventura da sua própria vida, que só nós podemos protagonizar, mas sabe também que é próprio da nossa condição humana a abertura para o outro, a solidariedade, a confidência, a entreajuda. Este livro celebra também a enorme coragem ética e cívica da sua autora. A sua confiança na força da justiça, que jorra da fonte interior do equilíbrio da pessoa em si própria, com os outros, com o mundo. Ana Zanatti escreve, num dado passo desta obra, que a sua ambição seria poder tocar as almas dos outros. Estou seguro de que isso foi completamente conseguido. Esta obra vai marcar profundamente muitas pessoas. Vai trazer-lhes luz, conforto e energia. Vai mudar muitas vidas. Talvez até ajudar a salvar vidas, que, sem a sua tonificante ajuda, se poderiam perder irreversivelmente.

Ana Zanatti vai estar hoje em Setúbal, na Casa da Cultura. Viriato Soromenho-Marques vai dizer o que pensa sobre o livro. Rosa Azevedo modera. Até logo.
facebook

quinta-feira, 19 de maio de 2016

E ÀS PESSOAS DISSERAM NADA | Parece que continuamos a ter uma elite europeia muito preocupada com o seu sistema de actuação e pouco preocupada com a vida de quem cá anda. Ou por outra, se é a vida de quem não tem problemas, não há problema. Esses têm que ser protegidos. São o óleo da engrenagem. Mas as pessoas que fazem mesmo coisas, as que trabalham nas coisinhas simples, essas que se lixem. Paguem mais e ganhem menos. 
As pressões dos deputados do PPE estão a dar resultado. Ainda bem que existem os palermas do PPE. Sempre existe quem se preocupe com a saúde do sistema. São tão fofinhos.

Fonte precários net
facebook

quarta-feira, 18 de maio de 2016

OS CANALHAS | Agora encontraram uma ilegalidade no percurso académico do ministro. Tinha que ser. Tinham que encontrar qualquer coisinha para denegrir quem os afronta. Não encontraram. Inventaram. Apesar dos desmentidos a canalhice continua. Canalhas. 
Fonte Público
facebook

terça-feira, 17 de maio de 2016

A GERINGONÇA E A CARANGUEJOLA | O homem acha que a caranguejola que oleou durante quatro anos trouxe melhorias ao país. Agora percebeu que já ninguém o leva a sério. Os estudos de opinião desmentem-no. Como líder está acabado. Deu em farroncas por causa desse atropelo. A geringonça ditou novas normas. Nem tudo corre bem? Claro que não. A situação internacional não favorece. E estes operadores da caranguejola pressionam os ajustadores europeus para que corram pior. Os patriotas de serviço lá fora tudo fazem para que o país das pessoas não funcione. Mas as coisas são como são. Há vida para além dos mercados e das empresas multinacionais. E há regras. E há gente. Provavelmente esta criatura ainda não percebeu que já não conta para nada. E estrebucha.
Fonte DN
facebook

segunda-feira, 16 de maio de 2016

FOLHOS, CANTORIAS E PASSADEIRAS VERMELHAS Houve festa rija no Coliseu. Tinham lá uns globos para entregar. Assisti à parte final. Entre folhos e sedas, discursos sem jeito e agradecimentos em lágrimas, aquilo espremido fica em nada. Tudo ali é pindérico e manhoso. O homenageado de peso foi Marco Paulo, imaginem. E o que aquela malta gosta de Marco Paulo. Recebido em euforia, agradeceu a Portugal — livra! — e a todos os que o ouvem — vá lá. Felizmente não cantou. Portugal agradece. 
Parabéns à prima.
facebook

domingo, 15 de maio de 2016

ANA ZANATTI EM SETÚBAL | Ana Zanatti vai estar por aqui para participar em mais uma sessão Muito cá de casa, na Casa Da Cultura | Setúbal. Com ela vai estar Viriato Soromenho-Marques, que apresenta Sexo Inútil, o mais recente livro da escritora e actriz. Rosa Azevedo modera o debate. O encontro está marcado para a próxima sexta-feira, dia 20, às 22 horas. Convidados.
facebook

sábado, 14 de maio de 2016

ATIRAR O BARRO À PAREDE | Zeinal Bava recebeu uns trocos no valor de dezoito milhões e meio de euros. O acordo foi feito entre o dono disto tudo e ele próprio. Parece que se tratava de um acordo para comprar acções da PT por cúmplices da empresa. Estes acordos deviam ser feitos a toda a hora e por cima de toda a folha. A bem da nação. Sempre bem intencionados, estes valorosos e condecorados patriotas. Desta vez, o premiado gestor lembrou-se logo de tudo. Provavelmente o DDT não se lembra. Ou já se esqueceu. É normal uma pessoa esquecer-se de uma troca de trocos. Só não é normal esta gente não estar toda presa. Não é normal nem justo.
facebook
É PRECISO FAZER UM DESENHO?Nuno Saraiva e Bruno Reis Santos - Lord Mantraste - fizeram um périplo por várias escolas da região. A finalidade é pôr os alunos a conviver com ilustradores que fazem disso profissão, revelando segredos e enredos da actividade. A iniciativa é integrada na Festa da Ilustração - Setúbal. As imagens adicionadas revelam um encontro de Lord Mantraste com alunos numa sessão de ontem, sexta-feira. Lord Mantraste vai estar na Festa. Toda a ilustração vai estar na Festa da Ilustração.
Festa da iIustração - Setúbal
facebook

sexta-feira, 13 de maio de 2016



A COISA ESTÁ PRETA DE NOVO | O governo masculino que foi imposto aos brasileiros já tomou posse. Provavelmente o problema era a presidente ser mulher. Agora foi reposta a normalidade. Uma trupe de jagunços domina o país. É ver a alegria que irradia naqueles rostos sem vergonha. Mas note-se a coragem de quem nunca desistiu e insiste em não desistir. A coisa vai estar preta também para os novos-velhos jagunços.
facebook

quinta-feira, 12 de maio de 2016

É PRECISO FAZER UM DESENHO? | Paulo Buchinho fez um balanço — ilustrado — de 2015 para o Expresso. Esta ilustração saiu no caderno de economia do jornal no início deste ano. Mas o Paulo anda por lá a ilustrar todas as semanas. É uma maneira que arranjaram de tratar a economia com outros atributos — divertidos e assertivos. O Paulo Buchinho Illustration vai estar na Festa da Ilustração - Setúbal. Toda a ilustração vai estar na Festa da dita. Estamos entusiasmados. Partilhem o mural, ok? O mundo tem de saber disto.
facebook


BRASIL | Uma maioria de senadores brasileiros trocou uma mulher que lutou pela democracia por um reles traidor que apenas luta pelo poder. Tudo isto comandado por ladrões encartados. Nada de bom se espera dali. Boa sorte, apesar de tudo.
facebook

quarta-feira, 11 de maio de 2016

A NOBREZA DO CLERO | E os pais de crianças do estatal devem ajudar os pais das crianças do privado a pagarem as suas escolhas. O povo a pagar os caprichos do clero e da nobreza. Conceito monárquico bem condizente com a personagem. Faz sentido. Os pais do privado têm de ser ajudados para depois brincarem à caridade e ajudarem os pais das crianças do estado. E esta gente fala, fala e manifesta-se. E ameaça. Esperemos que o Estado não lhes dê ouvidos. 
Vão berrar para longe.
Fonte SOL
facebook

terça-feira, 10 de maio de 2016

É PRECISO FAZER UM DESENHO? | O texto foi publicado originalmente em fevereiro passado. Mas o que se realça aqui agora é a ilustração que vem de mão dada com o texto. O trabalho é de Helder Oliveira, um dos ilustradores que vai participar na Festa da Ilustração - Setúbal. Toda a ilustração vai passar por esta festa.
https://www.facebook.com/festadailustracaosetubal/?fref=nf
facebook

segunda-feira, 9 de maio de 2016

DO RISO E DO ESQUECIMENTO | Há manifestações hilariantes. É pena saírem-nos tão caras. Brincar aos pobrezinhos é cá uma despesa...
Fonte Expresso
facebook

domingo, 8 de maio de 2016

É O PROTOCOLO, ESTÚPIDO | Para além de um lambe-tachos, o homem é muito distraído. Sampaio esclareceu esta contenda quase em tempo real. Lembrou ao homem como funcionam os poderes e a relação entre orgãos de soberania. É que o homem não percebe como as coisas funcionam apesar de ter sido um ror de anos chefe das coisas europeias. Ontem ouvi-o, em festarola do seu partido, desvalorizar a polémica da presença ou não dos ex-primeiros-ministros no Marão. Acrescentou o homem que em vez dessa banalidade deveria o Governo preocupar-se sim mas com a presença de representantes da União Europeia no valoroso evento, insinuando que tal não deve ter sido pensado pelos organizadores. A voz da jornalista que dava a notícia esclareceu-o de imediato: talvez por estar afastado da política, não se lembrou como funciona o protocolo num caso destes, em que a UE tem alto patrocínio. Claro que esteve presente no Marão quem tinha de estar. Esquecem-se de tudo tão depressa, estes homenzinhos que brincam à política apenas para se safarem.
Fonte Expresso
facebook

sábado, 7 de maio de 2016

A VOZ DO DONO OU O DONO DA VOZ | Anda por aí um apelo ao boicote à visualização de um programa televisivo informativo onde esta criatura é pivot. A minha resposta ao apelo foi dada antes mesmo da coisa ser sugerida. Não frequento as emissões do rapazola há anos. Nunca me agradaram os entusiasmos exagerados, os esgares aparvalhados, as tiradas ridículas. Também nunca leio os livros manhosos que diz escrevinhar. Nem as crónicas ajavardadas que, segundo dizem, publica por aí. Resumindo: o homem existe, mostra-se e insiste em exibir a merda que faz, mas resvala que nem um patinho numa espécie de couraça que me protege. De qualquer modo, dou as boas-vindas a quem agora percebeu que a criatura não presta para nada. Há sempre uma esperança para a rejeição da estupidez.
facebook

SER OU NÃO SER NEOLIBERAL E TAL | A liberdade de se escolher seja o que for é um direito que nos assiste. A gente vai a um restaurante que nos fornece determinada qualidade e requinte e sabe que vai pagar mais do que no sítio habitual. Mas também há quem tenha como sítio habitual o restaurante que fornece determinada qualidade e requinte. Contra isto batatinhas. A escolha é legítima. O que não é legítimo é eu instalar-me como comensal no restaurante requintado, mas achar que todos os clientes que não metem lá os presuntos devem participar na despesa da refeição que me foi servida no sítio requintado onde me refastelei. Provavelmente estou a misturar alhos com bugalhos. E sei que poderia escolher outros exemplos. Mas ocorreu-me este. Bom fim-de-semana.
facebook
NOITE MÁGICA | Aconteceu magia na Casa Da Cultura | SetúbalLuís Gouveia Monteiro e Valério Romão falaram pelos cotovelos. Falaram de relações virtuais, de literatura, de filosofia, de gatinhos em rede e de outras coisas sérias. O humor transbordou. Foi mesmo uma noite mágica. 
O  Joao Bordeira gravou tudo em imagens vídeo. Um dia destes vamos mostrá-las. O Fernando Pinho fez as imagens que aqui se reproduzem. Muito obrigado a todos. 

facebook

sexta-feira, 6 de maio de 2016

VALÉRIO ROMÃO MUITO CÁ DE CASA | A Casa da Cultura recebe hoje Valério Romão. Com o escritor vai estar à conversa Luís Gouveia Monteiro. Valério tem vindo a espevitar a curiosidade de leitores por esse mundo fora. Agora vai estar em Setúbal. Uma dupla de luxo que nos proporcionará um luxuoso serão antes de entrarmos no fim-de-semana. Apontem aí. Momentos destes não são para perder.
facebook

quinta-feira, 5 de maio de 2016

OS JAGUNÇOSOs jagunços do PPD/PSD querem reduzir o número de deputados. A proposta parece simpática aos olhos de quem prefere uma democracia com poucos custos, assim uma coisinha mais em conta, não confirmando sequer que essa medida não reduziria por aí além as despesas. O que os apologistas da proposta não percebem ou fingem não perceber é que a única razão que mobiliza os jagunços é a eliminação da Assembleia da República dos partidos que incomodam os jagunços. Um parlamento com dois partidos centralizadores é que era. E já agora sem António Costa ao leme do outro partido centralizador. É que o primeiro-ministro já chumbou a proposta dos jagunços. Um regime dominado por jagunços em delírio não é bom para a democracia. Nada mesmo.
Fonte JN
facebook
SINÉ | Agora morreu o Siné. Deu uma ajuda, quando os tempos mudaram por cá, há quarenta anos. Muito obrigado por tudo. Dias tristes, estes.

terça-feira, 3 de maio de 2016



RADIOHEAD | Estranha-se mas entranha-se. É o costume.
facebook
QUERUBIM LAPA | Gostava muito do trabalho de Querubim. Cheguei a vê-lo pintar quando participou num mural colectivo em que também trabalhou o nosso amigo comum Rogério Ribeiro. Conversei com ele duas vezes na vida. Era um homem cordial e sabedor. A obra é um assombro. E fica aí, para testemunhar a passagem pela vida deste grande artista e excepcional ser humano. Dias tristes.
facebook

segunda-feira, 2 de maio de 2016

A TURÍBIAConheci a Turibia logo nos primeiros tempos da democracia. A liberdade estava ali à nossa frente e nós aproveitávamos esse privilégio. Naquele tempo ainda éramos eternos. Tudo era novo. Começámos a ler os livros, a ver os filmes, a discutir as ideias até ali proíbídas. Agora era proíbido proibir. Convíviamos até às tantas. Petiscávamos fora de horas. Sempre a conversar. Sempre a descobrir coisas novas. O que a gente se divertiu a descobrir coisas novas. O Círculo Cultural de Setúbal era no local onde é hoje a Casa da Cultura. Pertencemos à nova animação da colectividade anti-fascista. Os menos novos tinham ido para os partidos, para as escolas, para os sindicatos e para outras instituições do novo tempo. Nós, mais novos, ficámos ali a inventar coisas. Chamámos realizadores, actores, cantores, escritores e outros animadores para nos darem uma ajuda. Conhecemos gente do caraças, não foi, Turibia? Bem contentes ficávamos com aquele convívio. Líamos muito. Ela lia tudo o que apanhava. Criou um gosto literário. Tornou-se exigente. Muito exigente. Agora só lia o que lhe preenchia os requisitos dessa exigência. Mas isso não era pouco. A curiosidade intelectual minava-lhe a existência. Encontrei-a no dia em a doença começou a portar-se mal. Ela estava com esperança. Eu também. Mas as doenças às vezes portam-se mesmo muito mal. E aparecem para nos dizerem que afinal não somos eternos. Escusavam era de vir tão cedo. A Turíbia era uma grande amiga. Eu gostava muito dela. Gosto. Que dias tão tristes.
facebook

domingo, 1 de maio de 2016

+