terça-feira, 27 de junho de 2017

FALHANÇO | O Estado falhou. É um facto. Como é possível deixar um ex-primeiro-ministro entregue à sua sorte, em delírio, sem apoio psicológico? Apurem-se responsabilidades.
facebook
+