sábado, 2 de setembro de 2006

Já começa

Setúbal - Com o título "Setúbal com dama-de-ferro", faz o EXPRESSO uma abordagem às aspirações da nova presidente da câmara. Entre um ror de vulgaridades de reduzida importância, diz a "empresária de sucesso", louvando a sua acção à frente do pelouro da cultura: "Hoje, todas as escolas e instituições culturais têm padrinhos. Uns são mecenas, como o Jumbo, os Rotários ou os Lyon e outros dão apoio social. Mourinho, por exemplo, apadrinha a Escola secundária de Bocage". É enternecedor ver alguém tão deslumbrado com o seu próprio "trabalho". Sobre este assunto já me pronunciei no texto A fama dos padrinhos, no primeiro dia de Dezembro de 2003. Mas vale a pena lembrar que, sendo membro da associação de pais da escola que Mourinho apadrinha, juro que nunca dei por nada. Quanto às outras escolas, quem quer ter por padrinho Toy ou outros inenarráveis "socialites"? Esta iniciativa não tem qualquer importância. E ainda bem. Quem não fez nada e nada tem para dizer, balbuceia uns dislates. Só não percebi o título do jornal. Porquê "dama-de-ferro"?
JTD