quinta-feira, 19 de abril de 2018



DO PROIBICIONISMO E AFINS | É contra mas cumprirá o que for decidido, diz. Ficamos assim muito mais descansados. Já que temos proibicionistas em lugares de decisão, pelo menos que sejam civilizados e respeitem o respeitável. Era o que faltava agora, ministros incumpridores das decisões parlamentares. Muita saúde para si, senhor ministro.
Fonte Público
facebook
+