domingo, 13 de agosto de 2017

AGOSTO A GOSTO | António Mega Ferreira refere a viagem como assunto literário. A literatura interpreta e recria a vida. Melhora tudo. Neste terrível mês de Agosto, em que por um lado tudo arde, ou por outro é festa bimba, estas entrevistas que os jornais em boa hora tornaram em boas páginas são refresco que nos polvilha o verão. A linhas tantas Isabel Lucas pergunta: Qual foi a sua primeira viagem?
"Acho que foi em 68 ou 69, com quatro amigos de Sintra, num velho Ford Mercury de 1946. Fomos do Cabo da Roca ao Cape North, na Noruega. Foi no Verão, atravessámos a Europa e durou uns dois meses e meio. Tínhamos 19, 20 anos. Deu-nos uma pluralidade de visões das coisas. Fui então pela primeira a Paris. Retive o calor e lembro-me de ter ido ver o Teorema, de Pasolini. Era um filme que não podia ser visto em Portugal e, se passasse, passaria retalhadíssimo como passou o Blow-up, de Antonioni".
António Mega Ferreira vai estar em Setembro na Casa Da Cultura | Setúbal, no regresso dos encontros Muito cá de casa. Teremos oportunidade de falar de viagens, de literatura, da vida em estado vivo.
Bom domingo.

Fonte Público
facebook
+