quarta-feira, 19 de julho de 2017

A CRIATURA E A FAMA | Muito se fala desta criatura. Um comentador de bola manhoso pretende conquistar uma autarquia e resolveu abanar a árvore da fama para assim colher frutos. Nada disto é motivo de admiração. É um estilo. O rapaz contou com o apoio da direita unida mas, perante a indecência excessiva, um dos partidos saltou do palanque. O outro, o que é gerido por Passos Coelho, mantém o apoio ao candidato de extrema-direita. Bem, uma coisa é certa: a visibilidade está garantida. Provavelmente é este o rumo a tomar pelo partido dito "social-democrata".
Fonte DN
facebook
+