domingo, 31 de julho de 2016




VOU À BEIRA DO MAR | Agosto é bom para zarpar. Ir ver o mar. Ver o que lá há. Mergulhar. Encher o corpo de sol e de outras coisas boas. Volto em setembro. Temos tanto para andar...
facebook
ORGULHO SEM PRECONCEITO | Não se contentou com a sorte que lhe forneceram. Quis ser mulher. Gente. Ser alguém numa sociedade que lhe tolheu os movimentos e as ideias. O irmão matou-a. Drogou-a e estrangulou-a para limpar o nome da família. Sujou as mãos com sangue. Mas isso não é sujidade para estas bestas. Que porcaria de mentalidade. E de gente.
Fonte Expresso
facebook

sexta-feira, 29 de julho de 2016

COMENTÁRIO ANORMAL OU COMENTARISTA ANORMAL? | Não frequento estas feiras televisivas. Não frequento porque sei que não gosto. E quando vejo estas notícias, fico muito grato a esta minha postura. Não sabia quem é este anormal. E vou continuar a não saber. Vivo desta maneira os meus momentos de felicidade. 
Fonte Público
facebook

LIBERTINAGEM | O sorridente barbudo que manda no Irão não quer que as mulheres lá da terra montem em bicicletas. 
Percebe-se. Onde aquilo iria parar? Qualquer dia ainda queriam conduzir automóveis. 
Com esta gente todo o cuidado é pouco.

Fonte DN
facebook

quinta-feira, 28 de julho de 2016

O FALSO | O troca-tintas que até forjou mestrados para se safar melhor, continua igual a si próprio. Um troca-tintas é um troca-tintas. Um impostor. Desiludido? Mas iludiu-se? Pior para ele. Estudasse.
Fonte Expresso
facebook

quarta-feira, 27 de julho de 2016



OUTRA AMÉRICA | Contra um cretino racista, sexista e egocêntrico, é a inteligência que vinga. Não sabemos se a maioría dos americanos perceberão as diferenças entre um avanço histórico e um regresso ao tempo da discriminação. Aquilo é estranho. As ridículas performances do candidato da direita são repugnantes, mas mobilizam incautos. A figura é repugnante, mas vinga entre o primarismo de um eleitorado sem trambelho. Mas há um outro lado da América. Depois deste notável discurso, Trump não passa de um enjoo. Um vómito, mesmo. 
Fonte Expresso
facebook

terça-feira, 26 de julho de 2016


AS PALAVRAS E OS ACTOS | Sempre achei que as palavras também são actos. Em liberdade e democracia as palavras decidem e executam. São actos, portanto. Perante as barbaridades a que assistimos actualmente, já não se entende que actos tomar perante tanto crime. Já não há palavras. Não há tempo para debates e decisões com objectivos futuros. O perigo instalou-se e veio para ficar. A extrema-direita toma o poder um pouco por todo lado. A intolerância gera intolerância. Isto está mesmo muito perigoso.
Fonte Expresso
facebook

domingo, 24 de julho de 2016

FEITOS UNS PARA OS OUTROS | Confirma-se. Isto está perigoso.
Fonte Público
facebook

sábado, 23 de julho de 2016

O NOME DAS COISAS | Esta febre de baptismo de tudo e mais alguma coisa com o nome do craque só me sugere um comentário: campeões de vez em quando, parolos sempre. É uma fatalidade. 
facebook

sexta-feira, 22 de julho de 2016

ATÉ QUE A MORTE TUDO ANULE | Matar sem olhar a quem. Destruir. Amedrontar. A saga continua. Agora foi em Munique. O crime compensa estas alminhas em delírio. E a incerteza consome-nos. Extrema-direita ou estado islâmico? A dúvida instala-se. O medo também.
facebook
O NOMEADO | E pronto. O homem foi nomeado candidato pelo seu partido. Pior era impossivel. Agora vai haver campanha. Se a coisa fosse hoje haveria empate técnico. Mas as eleições não são hoje. Esperemos que o pior não aconteça. Esperemos que os americanos não tenham um dia que pedir desculpa ao mundo pelas suas escolhas. Esperemos.
facebook

quinta-feira, 21 de julho de 2016

OS AFICIONADOS | Uma maioria de distintos deputados da nação rejeitou os projectos do BE, PEV e PAN que pediam o fim do financiamento público a touradas. Não era acabar com aquela merda, era simplesmente acabar com o financiamento por todos nós. Mas acontece que os distintos deputados acham que todos devemos acartar com a despesa. Mesmo os que desprezamos o "espectáculo" e a exibição miseravelmente marialva. Um par de bandarilhas nos costados dos senhores deputados. 
facebook

segunda-feira, 18 de julho de 2016



O TRIUNFO DO NADA, A VITÓRIA DE COISA NENHUMA | Uns já chegaram ao poder e só pensam em reforçar o seu exercício. Outros tudo fazem para lá chegar. Nunca estivemos tão próximos de um tempo em que a política é aplicada por ferozes projectos pessoais. Sem conteúdos ideológicos ou objectivos mobilizadores. Minto, todos têm por lema a exclusão de quem é diferente. E isso mobiliza quem está por eles. Parece que existem por aí umas vontades colectivas que só pensam em ver as barbas do vizinho a arder. As políticas integradores e defensoras da tranquilidade entre diferentes são coisa do passado. A geração hippie envelheceu derrotada. O Maio de 68 ardeu. As ideias pacifistas e progressistas deram lugar a qualquer coisa que ainda não se percebeu muito bem o que é. A esquerda já não pode ser o que era. Restaram estes trastes para governar o mundo. E há uma populaça que os apoia. Sem vergonha. Para o que havíamos de estar guardados.
facebook

MARÉ ALTA | A Casa Venâncio da Costa Lima já arrecadou este troféu. Agora é a Adega de Pegões. Há vida e vitórias para lá do futebol, do atletismo, do hóquei em patins, do ciclismo e do judo. Há muita vida por aí a fazer coisas notáveis. Em muitos sítios e em muitas áreas. Agora estamos a dar mais nas vistas. A malta esforça-se, é isso. Merecemos.
Fonte Económico
facebook

domingo, 17 de julho de 2016

OS CRIMINOSOS ESTÃO NO PALÁCIO | Erdogan diz que foi deus que o ajudou. Terá sido deus que lhe sugeriu o restabelecimento da pena de morte para castigar os implicados? Juízes e militares já foram acusados e o ditador quer agora que os EUA lhe entreguem o homem que ele próprio decidiu ser o responsável. A purga é rigorosa e violenta. As regras estão lançadas. Quem não é por nós é nosso inimigo. Este golpe deu um jeitão. Já várias vezes aqui falámos do eterno retorno do fascismo. Aí está ele de novo.
Fonte DN
facebook

sábado, 16 de julho de 2016

TENTATIVAS | Morreram 104 pessoas. Pensávamos que o tempo dos golpes de estado na Europa era coisa do passado. Este regresso, na Turquia, contra um presidente autoritário e defensor de causas menos apreciáveis, podia parecer uma tentativa de libertação. Não foi. Parece que foi uma tentativa de ajuste de contas. Parece. Nunca se sabe o que querem uns pulhas quando desafiam outros pulhas. Mas coisa boa nunca é.
Já agora: parece também que, num jornal noticioso — SIC-N —  o apoio popular ao governo turco, depois da tentativa de golpe, foi comparado ao 25 de Abril de 1974 em Portugal. Às vezes o disparate é um insulto.
facebook

sexta-feira, 15 de julho de 2016

LIBERDADE COM DEFEITO | O nosso estilo de vida vai ser mesmo alterado. Estes grupos criminosos é nisso que apostam. A liberdade de circularmos por onde nos apetecer e o conforto de escolhermos festejar e procurar ambientes que nos satisfaçam é isco para estes assassinos. Querem-nos apoucar. Reduzir-nos a uma existência sem brilho. Grandes filhos da puta.
Fonte Expresso
facebook

quinta-feira, 14 de julho de 2016

OS ANIMAIS | O animal tem de ser manso, para não anular a bravura do marialva que se exibe perante o seu sofrimento. Às vezes parece que os aficionados desta imbecilidade não se regem por normas razoáveis. Parecem assim uns seres humanos à parte. Outra coisa. Quando tentam elevar o discurso e justificar a performance "artística", atiram-nos invariavelmente à cara com Picassos, Hemingwais e Ortegas y Gasset. Não se percebe se é para justificar aquela merda intelectualmente ou se pretende diminuir os intelectuais citados. Seja como for, portam-se sempre de uma estranha maneira, quando tentam justificar o injustificável. É lá das normas. 
facebook

quarta-feira, 13 de julho de 2016

PERNAS, PARA QUE VOS QUERO? | Afinal foi uma vitória do divino. Tudo a toque de rezas. Calhando ainda vai o país todo a caminho de Fátima. A pé, pois claro. E estive eu a sofrer com o jogo, a emocionar-me, a festejar, para isto. Ora bolas.
Fonte DN
facebook

À VERGONHA DISSE NUNCA | A responsável pelas maiores tropelias aplicadas contra as pessoas acusa a eito. A falta de vergonha inunda-lhe a face e a existência. Esta gente não se enxerga. Vómito.
Fonte Expresso
facebook

terça-feira, 12 de julho de 2016

JOÃO FAZENDA PRÉMIO ILUSTRAÇÃO 2015 | Parabéns, João
facebook

sábado, 9 de julho de 2016

DAVID HOCKNEY | Faz hoje 79 anos. É um dos grandes da arte contemporânea. Dos maiores. Para o ano completa oitenta e vai ter grande exposição na sua terra. Parabéns, senhor David Hockney.
facebook


sexta-feira, 8 de julho de 2016

FAZER O BEM | Sobre este assunto só me ocorre um pensamento positivo: O futuro é dos que trabalham para o bem. Os que fazem o bem em todas as circunstâncias, mesmo que não o façam bem. Pratica o bem e serás recompensado. Este novo cargo, agora ocupado por este nosso irmão luso, deve encher-nos de ternura e de orgulho. Que bom. Que satisfação. A Humanidade existe. O bem recomenda-se.
Hoje acordei assim. 

facebook

terça-feira, 5 de julho de 2016

LUÍS MIGUEL CINTRA | Lisboa vai homenagear Luís Miguel Cintra. Eu também. Até logo.
facebook

segunda-feira, 4 de julho de 2016

ZICA CAPRISTANO | Uma grande exposição de Zica Capristano vai ilustrar as paredes da galeria da Casa Da Cultura | Setúbal. São dezenas de registos feitos em África. Sobre estas viagens escreveu o autor: 
"Na génese deste trabalho está uma profunda, intensa e marcante paixão por África. Uma paixão moldada por quatro décadas de jornadas que me revelaram, em cada viagem, em cada etapa, inesquecíveis figuras, horizontes, comunidades, sons, ambientes, tradições — e, antes de tudo, a singularidade da alma africana".
Zica Capristano foi fotógrafo e antropólogo. Deixou-nos há precisamente quatro anos. Para nos falar destas viagens estará conosco António Pedro Carmona Rodrigues, seu companheiro de léguas de curiosidade. Esta exposição é para recordar e homenagear. Convidados.
facebook




domingo, 3 de julho de 2016

O PAÍS VAI DE CARRINHO | Cavaco comprou um carro novinho em folha para Marcelo. Sempre foi assim. São as normas da casa. Marcelo não quis o carro por ser muito caro e comprou outro, menos caro um bocadinho. Diz que aquilo era ostentação numa altura de crise. O carro caríssimo foi para a Presidência do Conselho de Ministros. Serve para transportar convidados estrangeiros. O menos caro transporta o Presidente poupadinho. Marcelo comenta isto tudo sem rir. Comentador é o seu nome do meio, como tal um automóvel pode ser motivo de opinião. Mas não explicou o que se poupa aqui. Marcelo sabe que há quem coma tudo o que ele põe no prato. Será que não perceberá nunca que este apetite pelo populismo o poderá devorar?
facebook
LER DEVAGAR | Leitura recomendada para este tempo de descanso. Mas leitura que não nos descansa. Alerta-nos. Esclarece-nos. Este texto dava um documentário. Mas fiquemos para já pelo texto. De tão bem escrito até arrepia. É arrepiante a situação em que se encontra a Europa. Boa leitura. Bom domingo.
Fonte Público
facebook

sábado, 2 de julho de 2016


HERÓIS DA BUSCA DO PERMANENTE CONHECIMENTO | Ninguém fala no caso "Doutor" Relvas. O caso "Cavaleiro" Gaspar ocupa as preferências noticiosas. É razoável. Sobre o envolvimento do responsável do Museu da Presidência em transações manhosas há apenas suspeitas. Nada se confirma antes de acusação e julgamento. Sobre o envolvimento do ex-"aluno" da Lusófona na vida académica, a coisa nunca passou de fantasia. Relvas não perdeu a licenciatura. Não se perde o que não se tem. Ele sabia disso. Limitou-se a atirar o barro à parede. Às vezes resulta, outras não. É que estudar não é folclore do político-gestor-videirinho.
facebook







sexta-feira, 1 de julho de 2016

PANINHOS QUENTES | Sinceramente não entendo esta preocupação com as declarações do ministro alemão. O homem recomenda, não ameaça. Claro que as recomendações dele sabem a ameaça, mas não o tomemos por tolo ou descuidado. Se ele as quiser fazer não recomenda nem ameaça. Faz e pronto.
facebook
+