quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

AMOR COM "AMOR" SE PAGAO país que era uma espécie de esquadra de polícia do mundo, pode transformar-se assim numa espécie de país-empresa. O CEO vai para a Casa Branca. Os petizes vão para onde ele quiser. O país que quer ser polícia do mundo está próximo de ser apenas um sítio ridículo. Faz sentido. Nada ali se aproxima da seriedade. A malta decente que por lá anda que se cuide. Boa sorte.
Fonte Expresso
facebook
+