sábado, 19 de novembro de 2016

BANCOS E BANQUETAS | António Lobo Xavier veio dizer que no contrato está assegurada a recusa em serem revelados os rendimentos. Mourinho Félix diz que tal coisa nunca existiu. Duas verdades? Vejamos: um futuro gestor público que rejeita as regras não está em condições de ocupar lugar público nenhum. Um governante que alicia um possível gestor com um atropelo às regras não deve ser governante. Pessoalmente acredito em Mourinho Félix e não acredito em Domingues. A razão é simples: Domingues não quer mesmo apresentar a declaração. Nunca pensou em cair daí abaixo. É facto. Logo, é ele que está a tentar subverter as regras. E nem santo António Lobo Xavier, o santo padroeiro de todos os negócios, lhe pode valer.
De qualquer forma, aguardemos os próximos desenvolvimentos da medíocre telenovela.
facebook

+