domingo, 17 de julho de 2016

OS CRIMINOSOS ESTÃO NO PALÁCIO | Erdogan diz que foi deus que o ajudou. Terá sido deus que lhe sugeriu o restabelecimento da pena de morte para castigar os implicados? Juízes e militares já foram acusados e o ditador quer agora que os EUA lhe entreguem o homem que ele próprio decidiu ser o responsável. A purga é rigorosa e violenta. As regras estão lançadas. Quem não é por nós é nosso inimigo. Este golpe deu um jeitão. Já várias vezes aqui falámos do eterno retorno do fascismo. Aí está ele de novo.
Fonte DN
facebook
+