segunda-feira, 18 de julho de 2016



O TRIUNFO DO NADA, A VITÓRIA DE COISA NENHUMA | Uns já chegaram ao poder e só pensam em reforçar o seu exercício. Outros tudo fazem para lá chegar. Nunca estivemos tão próximos de um tempo em que a política é aplicada por ferozes projectos pessoais. Sem conteúdos ideológicos ou objectivos mobilizadores. Minto, todos têm por lema a exclusão de quem é diferente. E isso mobiliza quem está por eles. Parece que existem por aí umas vontades colectivas que só pensam em ver as barbas do vizinho a arder. As políticas integradores e defensoras da tranquilidade entre diferentes são coisa do passado. A geração hippie envelheceu derrotada. O Maio de 68 ardeu. As ideias pacifistas e progressistas deram lugar a qualquer coisa que ainda não se percebeu muito bem o que é. A esquerda já não pode ser o que era. Restaram estes trastes para governar o mundo. E há uma populaça que os apoia. Sem vergonha. Para o que havíamos de estar guardados.
facebook

+