domingo, 12 de junho de 2016

PAQUETE DE OLIVEIRAEra um homem que emanava uma serena sabedoria. Não sei muito bem o que isto quer dizer, mas é o que acho. Gostava do que ele achava das coisas, mesmo quando não gostava muito do que ele achava. Esta sua despedida — que não sabe ser uma despedida — revela como ele encarava a sua prestação. Lia Paquete de Oliveira, gostava dele e da sua serena sabedoria, repito, mesmo sem saber muito bem o que isto quer dizer. Estou-lhe grato. Só isso.
facebook
+