quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

OS BRONCOSNão conhecem o mundo que os rodeia. Não têm mundo. Vivem numa bolha rodeados de gente em permanentes acenos de "sim" com a cabeça. Compram tudo — coisas, pessoas, coisas. Não ouvem um não. Todos os que cirandam por ali acham-lhes graça. E eles acham-se o máximo. Podem dizer tudo, fazer tudo, e ainda lhes sobram fundos. Despedem e os despedidos fingem gostar. É tão bom ser despedido pelo patrão poderoso. Dizem barbaridades e uns bárbaros aplaudem. Nunca perceberão que são umas bestas quadradas. A estupidez não lhes permite esse entendimento. Este cretino nunca chegará a saber que exibe uma figura ridícula. Agora quer acabar com a violência, e com os muçulmanos, e com os mexicanos, e acha que isso passa por acabar — isto é mesmo a sério — com a internet. Diz, sem se rir, que vai falar com Bill Gates para resolver o assunto. Pois é, o homem ainda não está internado. Pretende ser Presidente dos Estados Unidos da América. Um perigo. É que há gente para tudo. Até para votar neste imbecil.
facebook
+