quarta-feira, 25 de novembro de 2015

SIM, SENHOR MINISTRO | Não houve unanimidade à volta desta nomeação. Isso não existe e não é saudável, como refere o próprio na sua página do facebook. Mas parecem-me encantadoras as acusações de falta de experiência e outros impedimentos. 
O homem foi editor. Foi vereador da cultura da Câmara de Lisboa. Enquanto presidente, João Soares fez pontes e atravessou-as. Aliou-se a toda a esquerda com assento na estrutura municipal. Pioneiro nestas andanças, portanto. Não se pode falar de cultura em Lisboa sem se referir o seu nome. Abriu portas, janelas e postigos. Por isto tudo, dizer que o novo ministro é totalmente inexperiente e que não conhece o terreno parece-me, assim de repente, nota de humor. 

facebook
+