domingo, 22 de novembro de 2015

NO CÉU CINZENTO | Aqui ao lado há quem não tenha vergonha de ter tido um ditador criminoso a governar o país. Há quem exalte as suas façanhas. Há quem festeje. E eles andam por ali. Parecem pessoas comuns. Não o são. São apologistas de crimes. O que se deve chamar a gente desta fica para a imaginação e ira de cada um.
Fonte publico.es
facebook 
+