sexta-feira, 9 de outubro de 2015

SOMA AGRESTE | Gestualismo que remete para uma expressividade livre e sem justificações ou rodeios. Como as músicas de José Afonso. Está bem aplicado, o título da exposição: soma agreste. Soma agreste que é a frase que se segue a Era um redondo vocábulo, na canção. Manuel San Payo convoca assim, com uma das grandes músicas de sempre, o cantor para o seu trabalho. Percebe-se o envolvimento com o nosso tempo. Percebe-se a autenticidade. Os grandes formatos gritam naquelas paredes da galeria da Casa Da Cultura | Setúbal. Chama-nos. Falam connosco. Esta exposição é das grandes. Aguarda-vos. 

SOMA AGRESTE
MANUEL SAN PAYO | PINTURA
CASA DA CULTURA | SETÚBAL
10 DE OUTUBRO | 5 DE NOVEMBRO | 2015
Inaugura hoje, sexta-feira, às 22 horas


facebook
+