quinta-feira, 10 de setembro de 2015

MÚSICA PARA CAMALEÕES | Confesso que ainda pensei não ver os debates. Sei em quem nunca votarei e já sei em quem vou votar. Também confesso que a dupla Passos Coelho/Paulo Portas me provoca brotoeja. Mas o debate entre Catarina Martins e Portas aguçaram-me a curiosidade. Ontem vi Passos ser encostado à sua ideologia retrógada e manhosa sem apelo nem piedade. Passos e Portas são duas marionetas que se limitam a debitar o rançoso discurso neoliberal que importaram dos seus fornecedores de Bruxelas. Os invencíveis são afinal homenzinhos acossados. Aquela música já não tem ouvintes que justifiquem a manutenção da orquestra. As sondagens esforçam-se por os trazer para a tona, mas não escondem a imensa maioria que os quer ver pelas costas. Estão irremediavelmente no fundo. Que lá permaneçam por muito tempo.
facebook
+