quarta-feira, 16 de setembro de 2015

A VOZ DO DONO | Nunca me meto em enleios pessoais. Nunca digo "não gosto de fulano, ou de beltrano. Cada um é como cada qual e quem não conheço não classifico. As pessoas defendem as suas causas, algumas repelentes, mas são as suas causas. Classifico as causas. E defendo-as os combato-as. Mas há algumas pessoas, poucas, de quem consigo dizer com toda a convicção: não gosto deste gajo. Há gajos que já nem consigo ouvir. Há um que aparece em debates na SIC-N e me provoca instintos estranhos. É mal educado, ideologicamente fundamentalista, e é do CDS-PP. Esta última inscrição seria suficiente para não comentar o que quer que seja. Não conheço ninguém do CDS-PP pessoalmente. Nem quero. É gente que está nos antípodas do que defendo. Mas hoje deu-me para isto. Nuno Magalhães não honra a opinião civilizada. Primeiro porque é pouco civilizado. E depois é socialmente um chato: não respeita nada nem ninguém. Hoje, no confronto com João Galamba, deu-se ao luxo de irritar o moderador. E pronto, abro aqui uma excepção à tolerância que me permite gostar de toda a gente à partida. Vale o que vale? Vale pouco? Claro, mas como se trata da minha opinião... vale mesmo muito. Não suporto Nuno Magalhães. Era só isto.
facebook
+