sábado, 27 de junho de 2015

O TRIUNFO DOS PORCOS | Diz ele que não precisou de ser doutor para chegar onde chegou. Chegar onde chegou? Esta gente pensará que chegar a ministro sem trambelho, ou a empresário de empreendimentos balofos, é assim uma grande coisa? O senhor foi nomeado por um troca-tintas sem classificação para um cargo que exerceu sem brilho e de onde saiu sem glória. Este grande vulto do empreendedorismo sugere, na edição de hoje do Expresso, o troca-tintas para Presidente. Coisa para se realizar daqui a dez anos. Imagina-se que a coisa lhe daria um jeitão. A estratégia está lançada. Os negócios em primeiro lugar.
facebook
+