sexta-feira, 26 de junho de 2015

BARATAS TONTAS | O que está a acontecer na Europa é de uma gravidade de que não há memória. Os próximos dias são de grande estardalhaço político. Claro que houve guerras violentas, ditadores criminosos e sabujos seus defensores. Mas, agora, mesmo sem violências sanguinárias, assistimos a uma violência surda perpetrada pela extrema-direita europeia disfarçada de direita civilizada. Surda porque vegeta escondida por apertos de mão e beijinhos cínicos. Já não é preciso declarar guerras. Elas fazem-se sobre o pó das alcatifas. Cavaco, Passos, Portas e Maria Luís são os responsáveis pela expressão da nossa vergonha. Não estão sozinhos. A Europa está minada de políticos de pacotilha armados em estadistas, e de comentadores insuportáveis e manteigueiros. Autênticas figuras de opereta. Ontem mesmo, uma economista seguidora da lusa austeridade que muito lhe tem rendido, denunciava, em programa da SIC-N, a agenda revolucionária do Syriza. Agenda revolucionária, vejam bem. A cegueira desta gente transforma-os em baratas tontas do comentário. Ridículos.
facebook
+