segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

JÁ O TEMPO SE HABITUA | JÁ O TEMPO SE HABITUA | José Afonso continua por aí. Contemporâneo, genial. Lembramo-nos da sua música, das suas palavras. Ouvimo-lo. Às vezes gostava de conversar com ele sobre este tempo que nos agride. Muitas vezes imagino o que diria disto tudo. Desta agressividade minuciosamente programada pela direita. Desta prepotência dos novos políticos perpetrando as velhas políticas. Estar com ele já não é possível há vinte e oito anos. Mas é bom recordá-lo. E ouvi-lo. Sempre.
facebook
+