sábado, 17 de janeiro de 2015

O REI DA BABOSEIRA | Este grande vulto do pensamento luso acha o Charlie Hebdo um pasquim nojento. A criatura terá alguma vez folheado o jornal? Mas ainda bem que o diz com toda a frontalidade. Permite-nos assim vivermos momentos de regozijo por não sermos representados por sua alteza irreal. 
facebook

+