sexta-feira, 31 de outubro de 2014




25 DE ABRIL EM BADAJOZ | Ontem foi apresentado em Badajoz o livro "Militares e Política, O 25 de Abril". Presentes Luísa Tiago de Oliveira, coordenadora do projecto e professora universitária, Jacinto Godinho, autor de programas da RTP e professor universitário, e Jose Manuel Corbacho, advogado, sociólogo e presidente da ASOCIACION RECUPERACION MEMORIA HISTORICA EXTREMADURA-ARMHEX. Uma excelente sessão de convívio que terminou com umas cervejas numa esplanada da cidade, neste Verão que nos assiste e insiste. Hoje é a vez de este mesmo livro e o "Movimento dos Capitães e o 25 de Abril" serem motivo de conversa com os autores na Casa Da Cultura | Setúbal. Cá estarão Luísa Tiago de Oliveira, Cesário Borga, Ana Mouta Faria e Avelino Rodrigues. Se puderem apareçam. Até logo.
facebook

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

OS LIVROS DA REVOLUÇÃO | As mudanças políticas e sociais iniciadas em 25 de Abril de 1974 estão bem documentadas em registos históricos e em literatura que relata, ficciona e festeja a acção militar que pôs fim a uma ditadura que durou quase meio século.  A repressão foi castradora. A censura foi inimiga da inteligência. O analfabetismo foi aliado do regime que tolheu futuros e  provocou anátemas.
Recordamos o dia de Abril em que tudo aconteceu, em Outubro, mês em que outra ruptura histórica pôs fim, há um século atrás,  ao despotismo patético de condes e barões de um sistema caduco e retrógado. 
Abril em Outubro foi a marca que desenhámos para fechar a porta das comemorações dos quarenta anos do 25 de Abril. Contamos com a presença de protagonistas, de jornalistas que deram as notícias em primeira mão e de historiadores que trabalharam os relatos dos protagonistas. Vamos conversar com eles na Casa da Cultura. Casa que nasceu no local onde o Círculo Cultural de Setúbal transformou cultura em coisa viva. Como deve ser a cultura. Círculo que resistiu aos atropelos perpetrados pelo serôdio regime. Vamos recordar festejando. Festejaremos o fim do  obscurantismo. Sempre.

facebook

terça-feira, 28 de outubro de 2014

DDLX 2014 | SITE CASA DA CULTURA | SETÚBAL 
Concebemos a imagem genérica da Casa da Cultura | Setúbal. Apresentámos logótipo, e desenvolvemos semanalmente a newsletter e alguns outros suportes promocionais. A última tarefa foi a elaboração de um sítio na net onde se pudesse perceber o que é a Casa e o que lá acontece. Já está online. Está lá tudo explicadinho. Espreitem.
www.casadacultura-setubal.pt

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

DDLX 2014 | SITE IM.PAR | A im.par é uma empresa que concebe e organiza espectáculos. Inês Magalhães Mota é a cara desta empresa que traz a Portugal os grandes nomes da música mundial. Recentemente esteve por cá Vitor Ramil. No próximo dai 8 vai estar Gilberto Gil. Nós não pisamos o estrado, mas entramos na festa a partir do novo site da im.par. Fomos nós, na DDLX, que concebemos o lugar da marca na rede. Começámos por redesenhar o logótipo e depois aplicámos a nova imagem ao novo sítio na internet.
Aqui fica-se a perceber como a coisa funciona. E ficamos a par da actividade deste interessantíssimo empreendimento. Vão até lá — www.impar.com.pt
facebook
Rui Bebiano no Facebook:
Na televisão portuguesa a importante vitória de Dilma nas presidenciais brasileiras foi completamente ofuscada por horas de comentários à derrota do Benfica em Braga. Uma escolha completamente patética e boçal dos "responsáveis" pela programação dos canais generalistas e informativos. Não, não venham com a treta das audiências. É pura irresponsabilidade. É um ataque inaceitável ao direito à informação. Não têm desculpa.
Dito. Nada a acrescentar.
DESCULPAS DE MAU PAGADOR | Um ministro pede desculpa na Assembleia da República pelo mau desempenho do seu ministério, mas assegura que, ao pedir desculpa está a fazer história. Uma ministra pede desculpa por ter a Justiça de pantanas, mas insiste que isto não é nada e que tudo vai ser resolvido. Portanto nada justifica demissões. Isto não é incompetência. É ajuste. É persistência. É teimosia descarada, digo eu. Mas os atrapalhados ministros têm razão para a trapalhada. Em tempos também o agora primeiro-ministro pediu desculpa por ter de aprovar medidas do então Governo. Medidas que não achava aprováveis. Medidas quinze vezes menos penalizadoras do que as que posteriormente inferiu na vida das pessoas. Agora, o primeiro-ministro acha que os comentadores devem pedir desculpa ao país por não estarem de acordo com ele. Quem não está de acordo com Passos Coelho e a sua tropa fandanga é que tem a culpa disto tudo. São as desculpas de mau pagador. É a atitude de perdedor. Passos Coelho está nas últimas. Já era tempo.
facebook

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

O RISO E O TINO | Crato já se demitiu? E Paula Teixeira da Cruz? E Machete? E o betinho de São Bento? Não? Então não há muito a acrescentar ao que tem sido dito. Talvez só mais esta: esta gente mete nojo. Pronto, é o que assim de repente me ocorre. Bom fim-de-semana.
facebook

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

MINISTRO DE PORTUGAL | Parece que Machete continua a fazer das suas. Assim à partida isto até dá para rir, mas há quem tenha ficado preocupado. Entendam-se com o irresponsável que colocaram como responsável pela diplomacia da Nação. Ou demitam-no. Aliás, Machete é daqueles governantes que deveriam ser demitidos antes mesmo de tomarem posse. Há muitos neste Governo de Portugal. 
Notícia DN
facebook

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

BABADOS COM BAVA | Universidade homenageia Zeinal Bava. A Universidade da Beira Interior não se envergonha disto. Bava não se envergonha da herança que deixou na PT. E a PT segue célere na senda do abismo. A ligeireza destas "elites" faz-nos corar de vergonha, a nós que ainda a temos. A eles não.
Fonte: Notícias ao minuto
facebook

terça-feira, 21 de outubro de 2014

PRODUÇÕES PASSOS COELHO APRESENTAM | Há professores com sorte. Habilite-se a dezenas de extraordinários horários em dezenas de localidades fantásticas. A bem da educação e da juventude. E do povo português. Realização de Nuno Crato. 
[Cartoon de Luís Afonso]
facebook
RUAS PROIBIDAS 
O Bairro Alto tem estas desvantagens. Prefiro as vantagens, que são muitas. Mas de vez em quando isto acontece: enchem-me a rua de carros de apoio técnico a umas filmagens. Um prospecto afixado na porta informa as vítimas do engarrafamento: gravações de uma telenovela da TVI — Jardins Proibidos — no interior do restaurante Pap' Açorda. Matam-me assim dois coelhos com uma cajadada: conspurcam-me a rua e um dos meus restaurantes de eleição. Os carros estacionados libertam uma gasearia que não se pode. Janelas trancadas, limitação de estacionamento e acessos de falta de paciência. Nunca vi uma telenovela na vida, nem tenciono para lá espreitar, e agora pinga-me esta trampa na janela. Tomara já que acabe.
facebook
O PROBLEMA É MAIS GRAVE DO QUE PARECE | O primeiro-ministro disse que o ministro da Educação pediu a demissão mas o primeiro-ministro não aceitou. O ministro da Educação errou mas está a tentar corrigir os erros e essa é a prova provadinha de que o primeiro-ministro não se enganou quando o escolheu para ministro da Educação. É de começar a duvidar da sanidade mental do primeiro-ministro.
facebook

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

NOVO DICIONÁRIO DA LÍNGUA PORTUGUESASem a gente dar por isso, a língua de Camões e Pessoa altera-se e ajusta-se a uma nova realidade. Esqueçamos o novo significado de "irrevogável". Pertence ao anedotário, não conta. Mas há palavras no activo cuja utilização causa perplexidade. Apesar de "perplexidade" também já não significar o que significava. Agora, por tudo e por nada se lêem palavras como "reestruturação", "reajustamento", "requalificação" entre outras. Parece coisa boa. Trazer qualidade de novo é coisa para aplaudir. Mas a gente lê aquilo nas letras pequeninas, como nas receitas, e percebe que afinal estamos a falar de aniquilação de empregos, desemprego, olho da rua. Afinal é uma receita mesmo. Isto não tem nada a ver com o Novo Acordo Ortográfico, mas não seria melhor voltarem a usar a língua como a usavam Camões e Pessoa? Pelo menos manterem os significados, vá.
[Imagem: Fernando Pessoa por Júlio Pomar]

facebook

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

QUANTO MAIS ME BATES… | Segundo as mais recentes sondagens ainda existem portugueses que concordam com os ajustes impostos. 32 % dos eleitores não se importam de aturar por mais 4 anos os delinquentes que nos governam. Não poderiam impor os ajustes apenas aos portugueses que gostam de sofrer? Podia ser uma boa terapia. E cumpria-se a mais elementar justiça.
facebook

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Plantei a semente da palavra
Antes da cheia matar o meu gado
Ensinei ao meu filho a lavra e a colheita
num terreno ao lado

José Afonso
NO ESTRADO DA ALEGRIA | A criação não depende apenas de conceitos, imagens ou da procura de novos caminhos. Pode resultar de uma compreensão da realidade com todas as práticas: erros, desvios, acidentes e entendimentos de experiências vividas. A criação não é um programa de variedades, é um diálogo sério sobre a realidade. Criar é fazer uma nova ilustração do mundo. O mundo precisa permanentemente de coisas novas. Mas o mundo pode ser a mesa onde estão sentados os nossos cúmplices. Digo eu, e, muito sinceramente, é por aí que respiro.

ALEGRIA DA CRIAÇÃO | Interpretação do tema de José Afonso por José Teófilo Duarte
Aja Lisboa. Rua de São Bento, 170. (mesmo em frente à Assembleia da República)
Outubro | Dezembro | 2014
Abertura dia 16 de Outubro, às 18 horas, durante a evocação a Adriano Correia de Oliveira. Convidados.
facebook

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

WORK IN PROGRESS | Estes são os primeiros espectadores do trabalho que estou a desenvolver. Pelo ar atento de dois dos críticos, teme-se o pior. Eles vão ficar atentos até ao fim. E vocês estão convidados para a estreia no próxima quinta-feira. Apareçam.
facebook

terça-feira, 14 de outubro de 2014

MEMÓRIA DE PASSARINHOO homem disse em tempos: "há limites para os sacrifícios". Agora diz que se o Governo não baixa os impostos é porque não pode. Mais diz que o que se passa no Ministério da Educação é com o Governo. Parece que sobre isso não tem opinião: tem sido sempre assim, diz. Tem a certeza, senhor Presidente? Eu só me lembro de um caso tão apalhaçado como este. Foi num Governo do seu partido, liderado por Santana Lopes, em que a ministra era uma tal Seabra, irmã de um padre famoso. Depois da balbúrdia geral, a senhora declarou que não ia ao Parlamento justificar nada porque isso não era interessante. Depois da trapalhada satanista e da atitude da atrapalhada ministra não me lembro de tamanha atrapalhação na educação em Portugal. Mas isto sou eu, que tenho cada vez mais dúvidas. E engano-me a toda a hora. Apesar de não tanto como os seus eleitores. Quem votou em si devia pintar a cara de preto.
facebook

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

HORA DE SAÍDA | Ainda estão aí? Sabem que horas são? São horas de se demitirem. Olhem que se faz tarde. Vá lá, façam algo como deve ser. Vão para casa. Dispensamos os vossos sacrifícios. 
facebook

sábado, 11 de outubro de 2014

ALEGRIA DA CRIAÇÃO | Este trabalho começou em 2013, e teve uma primeira mostra no dia 2 de Agosto desse ano, na sala da AJA, na Casa Da Cultura | Setúbal. Desenvolveu-se e vai agora estar nas instalações da Aja Lisboa, a partir do próximo dia 16, data em que se assinala mais um ano da morte de Adriano Correia de Oliveira. Ouviremos canções de Adriano. Conviveremos. Convidados. 
facebook

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

BALLERINA | Estreia em Portugal do filme Ballerina. É hoje, às 22 horas, na Casa Da Cultura | Setúbal. Até lá.
facebook

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

INSUSTENTÁVEL IMPRUDÊNCIA | Parece que o modelo de gestão destes heróis nacionais foi considerado imprudente e enganador. Lá nos sítios onde praticaram as imprudências já os obrigaram a encontrar o caminho para casa. Se estivessem no prestimoso governo de Passos Coelho ainda estariam em funções. Ali não há imprudência ou engano que envergonhe ninguém. Tudo se enquadra na cruzada contra os interesses públicos. Os erros são virtudes. As imprudências são estilo.
facebook

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

APOLOGIA DO SILÊNCIO | Afinal, para que servem as palavras? Para os donos disto tudo bastam os acenos: um sim, com a cabeça. Baptista-Bastos foi corrido do DN. As suas palavras eram muito ruidosas para esta gente a quem basta o silêncio da ignorância. Muito obrigado B-B. E continua. Nem todos estamos rendidos ao tacho das mixórdias medíocres.
Nada vai ficar entre mim e a dança
Elsa Marianne von Rosen, grande bailarina sueca, é a razão deste belíssimo documentário. Ballerina revela-nos uma vida de magia, mas também de dificuldades. Acima de tudo apresenta-nos uma mulher com uma vontade fora do comum de lutar pelos seus sonhos.
Ana Sendas é uma grande bailarina dinamarquesa. Bem, não é bem assim: é de Setúbal e agora é uma bailarina do mundo que trabalha na Dinamarca e a Dinamarca está muito contente por a ter lá a trabalhar. Há coisas assim. O mundo é pequeno, não é? Pois bem, é esta bailarina que a realizadora deste documentário escolheu para desempenhar o papel da bailarina sueca.
A protagonista e a realizadora vão estar na sala José Afonso,
na próxima sexta-feira, dia 10 de Outubro, às 22 horas.
Oportunidade de vermos o documentário e de conversarmos com uma bailarina setubalense que anima os estrados do mundo.
BALLERINA
realização Maja Friis 
Produção Mille Haynes 
Com Ana Sendas, Stefanos Bizas, 
Jonathan D. Sikell, Elsa Marianne vonRosen.

facebook

terça-feira, 7 de outubro de 2014

SOMOS O PRIMEIRO! | Hoje a RTP1 esteve um mimo. Tempo de antena do partido do Governo, com grandes elogios à heróica governação, com discurso final de Passos, o super-herói. Seguindo-se o telejornal, apresentado pelo grande escritor José Rodrigues dos Santos, onde o tempo de antena parecia não ter terminado. A governação está um primor, assim como um primor está a sua estratégia de comunicação. A gente sabe que o canal estatal sempre foi porta-voz dos governos, mas nunca como agora a propaganda foi tão descarada. Esta RTP estraga o Governo com mimos. Um mimo.
facebook
OS BURGUESES | QUEM PAGA MANDA?Francisco Louçã, João Teixeira Lopes e Jorge Costa contam neste livro como se desenvolveram e organizam, como vivem e como dominam o poder apesar de serem apenas 1% da população. Percebe-se como dominam os meios de comunicação e iludem "democraticamente" os senhores espectadores e contribuintes. Dão a entender que afinal todos desejam ser como eles. Este plano ideológico é promovido e fornecido como pãezinhos acabados de sair do forno. Concursos, telenovelas, literatura light, programas kitsch em directo que é para a malta pular e ganhar umas massas são os produtos disponíveis para o consumo do admirável povo. 
Pois bem, é sobre isto tudo que vamos falar hoje, terça-feira, na Casa Da Cultura | SetúbalFrancisco Louçã e Jorge Costa são os nossos convidados. Convidados todos os amigos também. Até lá.
Quem quiser fazer "trabalho de casa" pode ir até aqui:http://www.osburgueses.net
facebook

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

DELINQUÊNCIA ACTIVA | Esta criatura é secretário de Estado no Ministério da Educação. Indagado por Ana Lourenço, na SIC-N, sobre os incómodos causados aos professores deslocados e depois desempregados, respondeu que sempre podem recorrer aos tribunais. Atingimos o mais baixo patamar da delinquência. Não, já não é delinquência política. É delinquência mesmo. Da mais reles. Somos governados por delinquentes.
facebook

domingo, 5 de outubro de 2014

PRAXE E MORTE | A gente vê os bandos de idiotas, com as vestes ridículas, lambuzando-se em estupidez pelas ruas da cidade, e já nem liga. Mas depois a gente vê que os idiotas brincam com a morte como se tudo fosse um bom motivo para a "integração", e fica com vontade de os desancar. Estes imbecis gozam com a situação ocorrida no Meco no final do ano passado. Estes atrasados mentais acham-se no direito de gozar com uma situação que tirou a vida a colegas seus. Estes merdas acham que podem gozar com tudo. O lema é: humilhar, humilhar, humilhar sempre. Há cada vez menos gente com pachorra para estes cretinos. Mas ainda há quem os tolere e até há quem lhes ache graça. Não se percebe onde se vai buscar pachorra para tolerar tanta estupidez.
facebook

sábado, 4 de outubro de 2014

IRRESPONSABILIDADE DELINQUENTE | Mas este homem ainda é ministro? Esta gente não tem sentido de responsabilidade? Nem vergonha na cara? Já não há limites para nada? 
facebook
REGRESSO | Estão todos com mais quase três décadas em cima do lombo. São todos grandes músicos e regressam agora com os sons de sempre mas com novidades. Há sempre a novidade da experiência. Ah, é verdade, e são todos meus amigos. Vão estar logo à noite na Casa Da Cultura | Setúbal. Acho que é no exterior da Casa que a coisa se vai passar. Com as noites de Verão que aí estão, parece-me claro que esta performance se vai tornar inesquecível. Apareçam.
DISTO & DAQUILO
CASA DA CULTURA | SETÚBAL
HOJE | 22 HORAS

facebook
FOI BONITA A FESTA | Muita gente, de muitos lados, deslocou-se a Setúbal, à casa da Cultura, para ver ali, à frente dos olhos, o novo trabalho de José Mouga. Justificação plena. Pintura e desenho completamente fora do que até aqui o pintor nos habituou. Mas existe uma linguagem. Topa-se a procura do novo e a preocupação com o rigor e com a honestidade intelectual, mas está lá o gesto que nunca nos desilude. Nem ilude. Apareçam por cá.
Muito obrigado, José Mouga.
JOSÉ MOUGA | NOTAS DE VIAGEM
CASA DA CULTURA | SETÚBAL
Outubro | Novembro | 2014

facebook

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

OS BRASÕES E OS BUSTOS ASSINALADOS | Mais uma apreciável recuperação do orgulho pátrio. Depois dos brasões coloniais, os presidentes fascistas misturados com os outros, os da democracia. Assim é que é. Ideologias são inestéticas. Há lá coisa melhor na vida do que observar brasões ajardinados e bonitos bustos de representantes do Estado? Tudo isto é tão lindo. Portugal é um país tão lindo. E os portugueses são tão fofinhos… Notícia DN
facebook

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

O MUNDO É DOS RICOS? | Francisco Louçã e Jorge Costa andam nisto há muito tempo. João Teixeira Lopes também. Os três resolveram dizer-nos como vivem os donos disto tudo e porquê. Escreveram este livro para contar a história. Como acaba assim um Banco como o BES? O mundo tem mesmo que pertencer a meia dúzia de famílias? Sempre foi assim? E não pode ser diferente? Vamos conversar com dois dos autores desta obra:Francisco Louçã e Jorge Costa. Convidados. Apareçam. 
facebook
+