domingo, 7 de dezembro de 2014


SOARES' 90Mário Soares faz hoje noventa anos. É muito ano. Noventa anos de uma vida preenchida de atitudes. Concordaremos com umas, discordaremos de outras, como é normal em democracia. Alguém que vive e pensa intensamente não pode ser santo. Os santos foram uma seca de gente enquanto foram gente. E depois de transformados em santos são uma figura de pau para transportar em andor. Um político luta, labuta, erra, acerta, ouve, discute, enfim, faz política. A gente olha em volta e vê política. Não podemos evitar essa fatalidade. Mas podemos evitar que seja uma fatalidade. A política gere em nós ódios e paixões. Se provoca a indiferença é mau. Mau para a política, mau para a democracia e mau para nós. A política é conflito saudável. É discordar do outro para poder respeitá-lo. O que não se respeita, combate-se. Combateremos, sempre, nazis, fascistas, racistas e outros parasitas. Estaremos juntos em todas as plataformas que nos garantam a liberdade. Parabéns, e tenha um muito bom dia, senhor Mário Soares.
[Habituei-me a ver Mário Soares pelos olhos do seu amigo Júlio Pomar. Fez-lhe um retrato durante o período em que esteve preso pelo regime fascista, e depois quando saiu da Presidência da República. Como Pomar é um grande pintor, fica a representação muito bem resolvida].
facebook
+