quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Plantei a semente da palavra
Antes da cheia matar o meu gado
Ensinei ao meu filho a lavra e a colheita
num terreno ao lado

José Afonso
NO ESTRADO DA ALEGRIA | A criação não depende apenas de conceitos, imagens ou da procura de novos caminhos. Pode resultar de uma compreensão da realidade com todas as práticas: erros, desvios, acidentes e entendimentos de experiências vividas. A criação não é um programa de variedades, é um diálogo sério sobre a realidade. Criar é fazer uma nova ilustração do mundo. O mundo precisa permanentemente de coisas novas. Mas o mundo pode ser a mesa onde estão sentados os nossos cúmplices. Digo eu, e, muito sinceramente, é por aí que respiro.

ALEGRIA DA CRIAÇÃO | Interpretação do tema de José Afonso por José Teófilo Duarte
Aja Lisboa. Rua de São Bento, 170. (mesmo em frente à Assembleia da República)
Outubro | Dezembro | 2014
Abertura dia 16 de Outubro, às 18 horas, durante a evocação a Adriano Correia de Oliveira. Convidados.
facebook
+