terça-feira, 21 de outubro de 2014

O PROBLEMA É MAIS GRAVE DO QUE PARECE | O primeiro-ministro disse que o ministro da Educação pediu a demissão mas o primeiro-ministro não aceitou. O ministro da Educação errou mas está a tentar corrigir os erros e essa é a prova provadinha de que o primeiro-ministro não se enganou quando o escolheu para ministro da Educação. É de começar a duvidar da sanidade mental do primeiro-ministro.
facebook
+