quinta-feira, 10 de abril de 2014

GEPETO E O ADJUNTO DO SECRETÁRIO DE ESTADOA imagem da incompetência política estava estampada nas ventas destas duas criaturas. O do lado esquerdo calou-se de vez. O do lado direito falou como mestre-escola. "Quando minto cresce-me o nariz, como o Pinóquio", disse. Acrescentando, em tom de arrogante repreensão, que estava a falar "a sério". A ignorância do homem parecia completamente inocente. Não sei se os deputados permitiram a analfabeta injúria. Confesso que não aguento estas demonstrações de estupidez por muito tempo. É por isso que não vejo telenovelas nem concursos. Mas desde que ouvi Cavaco Silva citar José Afonso — eles comem tudo — para ilustrar uma imensa comezaina, que espero tudo destes iletrados. Somos governados e representados por perfeitas bestas quadradas. Mesmo.
facebook
+