sábado, 15 de março de 2014

FAMÍLIA DESAVINDA | Teresa Caeiro queria mas não podia. O líder da bancada do partido do lado quis e pôde. O que se passou no parlamento foi uma vergonha. Uma hipócrita palhaçada. Esta gente faz da casa da democracia a cozinha do seu apartamento. Os cozinhados são manhosos e mal cheirosos. A vida das pessoas que dizem representar passa~lhes ao lado. A direita está-se borrifando para a vida das pessoas. A direita é hipócrita, manhosa e malcheirosa. O aroma da solidariedade não lhe assenta bem na pele. Nunca. 
Notícia Expresso
facebook
+