sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

JOSÉ RUY | começou por tirar o curso de desenhador litógrafo, na António Arroio. Estreou-se nos desenhos para impressão gráfica aos nove anos, no suplemento A Abelha, da revista Colecção de Aventuras. Publicou a sua primeira história aos quadrinhos com catorze anos. Nunca mais parou. O Papagaio recebeu os seus primeiros traços a sério. Depois, outros desenhos foram povoando as mais diversas edições impressas. Fez capas de livros, ilustrações de novelas e as famosas histórias aos quadradinhos. 
Trabalhou para o Mosquito, O Gafanhoto, O Camarada, Cavaleiro Andante, Jornal da BD, Tintin, Spirou, selecções BD, Mundo Feminino, Almanaque Alentejano, Almanaque do Algarve, Humanidade, Selecções de Mecânica Popular, Mama Suma, Diário de Notícias, entre muitos outros.
Tem publicados dezenas de trabalhos de banda desenhada. Deu a conhecer histórias da História de Portugal e do Mundo. É um incansável divulgador desta actividade, percorrendo escolas e organismos culturais. Também experimentou a realização de documentários, sendo esta uma actividade paralela ao trabalho que desenvolve, igualmente raiada de autenticidade comunicacional. Comunicar é o ofício de José Ruy. Escolheu os desenhos para o fazer. Os desenhos são a sua voz.
A exposição abre amanhã, sábado, às cinco e meia da tarde, e vai ficar nas paredes da Casa até ao dia 11 de Março. Convidados.

JOSÉ RUY | FERNÃO MENDES PINTO E A SUA PEREGRINAÇÃO - BD
CASA DA CULTURA | SETÚBAL
8 FEVEREIRO | 11 MARÇO
facebook
+