sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

A DIREITA E A CULTURA | O secretário de Estado resolveu abordar uma evidência: direita não gosta de cultura. São coisas que se dizem, diz. Mas Barreto Xavier queixa-se do argumento, considerando-o parecido com o evidente disparate que associa as mulheres loiras à estupidez. Diz o senhor secretário de Estado que assim não se pode conversar. Pois bem, para contrariar o argumento, o senhor deve fazer alguma coisa que o desminta. Não é o caso. É certo que pretende olhar para a cultura de outra forma, tentando desfazer a carga ideológica. Sem sucesso. O senhor, sendo um político de direita, assegura e segura o rótulo com toda a segurança: a direita não gosta de cultura. Pelo menos é o que parece. E às vezes o que parece é.
Notícia RTP
facebook
+