quarta-feira, 6 de novembro de 2013

O GOSTO DOS OUTROSTer opiniões diferentes do inquestionável líder do país não augura nada de bom. Nádia vai para a Sibéria. O hediondo crime que cometeu levou a severa pena. Foi vítima de maus tratos na prisão onde a colocaram até agora, enquanto os milionários malfeitores, que compram clubes de futebol e mais o que lhes apetecer, e são aclamados pela populaça, viajam em vistosas embarcações de luxo, aviões ornamentados de gosto mais que duvidoso, e exibem mais o que a sua ridícula cultura lhes dita. O inquestionável líder do país não passa de um vulgar czar iletrado que ameaça a contemporaneidade com a sua pequenez policial. Triste país, este. Triste mundo. Vivemos um tempo muito perigoso para quem tem opiniões. Fonte DN.
facebook
+