domingo, 20 de outubro de 2013

LOJA DO ORÇAMENTO | O partido do governo tem a governar os seus piores. Até Marques Mendes já está com um pé dentro outro fora da loja. Diz Mendes que o orçamento "é tipo merceeiro". Já Cavaco, mais cauteloso, avisa que vai olhar bem para aquilo, e, só depois de perceber os perigos dos eventuais chumbos é que manda ou não a lista da mercearia para o Tribunal Constitucional. Maior cinismo é impossível. Estas decisões são comunicadas às claras. Sem vergonha. O merceeiro de Belém está com medo de não ter condições para abrir a loja. A loja está um nojo e o gerente quer varrer tudo para debaixo do tapete da entrada. São assim geridas as mercearias instaladas na grande superfície do neoliberalismo.
facebook
+