quarta-feira, 25 de setembro de 2013

CIRCO NEOLIBERAL | Ontem assisti a um momento de antologia na SIC-N. Pedro Adão e Silva confrontava o "indesmentível" José Gomes Ferreira. Como sempre, gostei de ouvir Pedro e lamentei José. Mas o pior aconteceu mesmo no fim da prestação. Pedro Adão e Silva fala na necessidade de renegociação da dívida. Falou de política, portanto. Aproveitando a falta de tempo - e ele sabe como ninguém como isso se faz - , o "indesmentível" interrompe e avança: "isso é que não se pode dizer nunca". E desata no habitual conversa de fazer continhas de sumir. Não havia mais tempo. Adão e Silva teve que se contentar com o silêncio. Isto perante o pouco à-vontade  de Ana Lourenço. Ana acaba com o programa, lamentando ter de ser assim. O "indesmentível" reconhece: entusiasmei-me. Entusiasmos que definem carácter: "isso é que não se pode dizer nunca"? Então o que é que se pode dizer, ó palhaço?
facebook
+