segunda-feira, 18 de março de 2013

SERVIDÃO E CANSAÇO | Gaspar confirma que as coisas não estão bem como ele previa e anuncia, com aquele ar de pouca pachorra para quem não percebe nada de economia que o caracteriza, que a extorsão vai continuar. Passos continua optimista e diz que nada foi em vão, assegurando que não há alternativa ao descalabro anunciado. Relvas está finalmente calado, não por ser decente e razoável, mas sim por não saber o que dizer. Esta gente faz das nossas vidas uma experiência. E ainda por cima somos nós que pagamos a teimosia experimental. A arrogância marca a agenda. A competência neoliberal marca o ritmo. Vamos todos ter de ganhar o menos possível para que os donos de Portugal e do mundo nos possam sustentar. Somos uns gastadores. Uns trastes que insistimos em ter direitos. E estes senhores têm que ter o incómodo de convocar conferências de imprensa para anunciarem o que vão fazer connosco. Aquilo deve ser muito cansativo. Coitados.
+