segunda-feira, 5 de novembro de 2012

HISTÓRIA TRISTE | Passos Coelho, em festa aconchegada, entre amigos, no fim do verão, avançou com 2013 como o ano do fim das maiores adversidades. Pouco tempo depois anunciou mais austeridade, tendo Borges e Ulrich em esforçada ajuda. Agora, vem a patroa de Passos, a senhora dona Angela de Berlim, dizer que afinal a crise é para durar mais cinco anos. Enfim, esperemos que o senhor Passos e a sua inspiradora líder não pisem tanto tempo as alcatifas do poder. Com tanta incerteza e falta de consideração pelas pessoas, serão precisamente as pessoas a não aguentar. Não somos cobaias das políticas neoliberais. Somos gente contra estes autómatos de calculadoras em punho. 
+