terça-feira, 5 de abril de 2011

PERGUNTAR NÃO OFENDE | Ao ver o coro de prós e contras que brota logo após um novo anúncio de uma agência de rating, fico com a sensação que talvez já não sejam necessários governos nos países nem comissões europeias para os federar. Que tal entregar tudo às ditas agências? Provavelmente sairia caro, mas era outro asseio.
+