quarta-feira, 30 de março de 2011



25 DE ABRIL... NEM SEMPRE | Como o governo anda em bolandas, as comemorações não vão desfilar no piso parlamentar. Afinal há coisas que as democracias não entendem. Parece que a situação que vivemos não está prevista nos códigos democráticos. Mas comemoremos o lado bom da coisa: Ficamos dispensados dos discursos do "faz-de-conta-que-estamos-muito-contentes-por-comemorar-a-liberdade". Claro que há sinceridade em muitos deles, mas também é verdade que raramente há ali conversa com algum interesse. Esta data tão importante para a geração que ainda percebeu que o regime do dia anterior não interessava nem ao menino Jesus, deve ser comemorada para além das iniciativas institucionais. O 25 de Abril é onde um homem quiser. E sempre.
+