quarta-feira, 5 de janeiro de 2011



GALINHAS DO MATO | Fernando Nobre insistiu hoje, em entrevista a Judite de Sousa, na RTP1, na imagem da criança que persegue a galinha para lhe tirar o pedacito de pão do bico. Respondeu aos labregos que o ridicularizaram apontando se não seria mais eficaz para a alimentação do petiz a captura do galináceo. Não, não era possivel: o rapaz sabia de quem era o bicho. E roubar naquelas bandas traz grandes sarilhos. Esclarecida a coisa, apetece perguntar: e o que é que isto tem de útil para a discussão eleitoral? É este tipo de défice humanitário que está em causa no debate em Portugal?
+