quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

NADA DE MISTURAS, MAS... | Aquela tropa fandanga que gosta de desfilar ornamentada por adereços funerários, anda em grande furor reinvidicativo. Esta recalcitrante malta não quer misturas entre ensino estatal e particular, rejeita em absoluto intromissões, e defende até à morte (os caixões já eles têm) o principio de que pagar é o melhor. Mas a rejeição tem limites, porque receber umas verbas estatais, retiradas dos impostos de todos nós, para aliviar as exigências dos "piquenos", já é outra conversa. São tão miseráveis, estes ricos.
+