quarta-feira, 12 de janeiro de 2011



CÁ ESTAMOS | A campanha anda triste. Alegre propõe que Cavaco vá lá para fora fazer pela vida. Cavaco diz que não responde aos outros candidatos. Alegre diz que se Cavaco for para o estrangeiro pedir batatinhas aos mercados, ele também suspende a campanha. Cavaco chama-lhe ignorante. Alegre diz que não é ignorante mas sim patriota. Defensor de Moura anda nas suas lides pelos locais de onde nunca deveria ter saído. O bonzinho Nobre, agora menos bonzinho, diz que não tem nada a ver com isto e que é completamente novo e indispensável para a salvação do país. Também anda por aí um ex-deputado da direita madeirense, eleito para o parlamento regional pela Nova Democracia, que agora acusa o soba do Funchal de aplicar políticas de direita contra os trabalhadores. E temos o trabalhador Lopes que diz a mesmíssima coisa há trinta e tal anos. Se esta tristeza continua (e não se vislumbram melhoras substanciais), dia 23 vou colocar o papelinho na urna sem gastar tinta da esferográfica.
Ai isso é que vou.
+