quinta-feira, 11 de novembro de 2010


E DEPOIS DO ADEUS | Figura que inicialmente parecia caricata - fazia adeus a quem circulava de automóvel -, provou que não era nada disso. Esse foi o seu lado mais mediático. Mas era um homem simpático e disponível. Participou em projectos do Filipe Melo e fartou-se de escrever opiniões sobre filmes em espaços na net. Cheguei a cruzar-me com ele quando montava o seu adeus na zona do Saldanha. Ele nos acenos e eu no carro. Nunca buzinei. Quando lá passar vou dar uma buzinadela em sua homenagem.

+