domingo, 28 de novembro de 2010

AVISO | O Daniel Oliveira, no Expresso, revela uma dúvida: "devemos confiar os nossos destinos a um homem que, recebendo o equivalente a um ministro, não arranja uns trocos para comprar umas lembranças para a mulher e para as filhas?". Refere-se a Passos Coelho. Parece que o chefe do PPD/PSD disse a um jornal que só a filha mais nova vai receber presente este Natal. Ora, tudo indica que será este forreta o próximo primeiro-ministro de Portugal. Tal como o Daniel deixa sugerido, eu também tenho dúvidas sobre se devemos confiar em Coelho. Mas encontro outra mensagem nesta declaração - Passos Coelho não tem dúvidas sobre o que vai acontecer quando for primeiro-ministro. E provavelmente já imagina as prendas de Natal excluídas dos orçamentos familiares. Ele bem avisa.
+