quinta-feira, 21 de outubro de 2010

PRÍNCIPE IMPERFEITO | Um neto do rei da Arábia Saudita matou o seu criado para todo o serviço num hotel em Londres. As investigações policiais permitiram confirmar maus tratos vários ao homem que o acompanhava e servia de "saco de boxe" nas mãos de sua alteza. Lá na terra dele, caso fosse cidadão comum, seria condenado à pena capital por prática homossexual. Sendo príncipe, não passaria nem uma hora atrás das grades. Ao pedido de imunidade o juiz disse não: "ninguém está acima da lei". E disse muito bem.
+