sexta-feira, 22 de outubro de 2010



PRÉMIO SAKHAROV | Guilherme Fariñas foi reconhecido pelo Parlamento Europeu. Merecido prémio para quem se opõe a um regime que não gosta de oposições. No Parlamento português, deputados que levantam bem alto a bandeira da liberdade, votaram contra um voto de apreço por este "inimigo do povo". Estranha noção de liberdade. Ou talvez não. Povo há só um, o deles. Estes chatos só merecem desprezo.
Percebido. E desprezado.
+